sicnot

Perfil

Desporto

Guarda-redes Brad Friedel abandona os relvados aos 44 anos

O veterano guarda-redes norte-americano Brad Friedel vai terminar a carreira futebolística no final da temporada, anunciou esta quinta-feira o Tottenham, no seu sítio oficial na Internet.

Com 82 internacionalizações, Friedel, de 43 anos, vai abandonar o futebol profissional, depois de ter alinhado em clubes como Newcastle, Brondby, Galatasaray, Colombus Crew, Liverpool, Blackburn Rovers, Aston Villa e Tottenham. (Arquivo)

Com 82 internacionalizações, Friedel, de 43 anos, vai abandonar o futebol profissional, depois de ter alinhado em clubes como Newcastle, Brondby, Galatasaray, Colombus Crew, Liverpool, Blackburn Rovers, Aston Villa e Tottenham. (Arquivo)

© Darren Staples / Reuters

Com 82 internacionalizações, Friedel, de 43 anos, vai abandonar o futebol profissional, depois de ter alinhado em clubes como Newcastle, Brondby, Galatasaray, Colombus Crew, Liverpool, Blackburn Rovers, Aston Villa e Tottenham.

"Vou sentir falta do contacto diário com treinadores e jogadores. Realmente, não há nada como isso, mas o meu 44.º aniversário está aí e eu penso que é uma boa altura para esta decisão", afirmou Friedel, que completa 44 anos na próxima segunda-feira.

O norte-americano chegou a White Hart Lane em 2011, mas foi relegado para o banco na época seguinte pelo francês Hugo Lloris.

"Estou incrivelmente orgulhoso do que alcancei durante a minha carreira. Quando comecei este percurso, nunca imaginei que fosse tão longo, joguei 23 temporadas e representei clubes incríveis", referiu Friedel, que se vai tornar comentador de futebol da estação televisiva norte-americana Fox Sports e embaixador dos 'spurs' nos Estados Unidos, onde pretende concluir a formação de treinador.

Friedel, que integrou as seleções norte-americanas nos Mundiais de 1994, 1998 e 2002, detém o recorde de mais jogos como titular na Liga inglesa consecutivos, com 310 jogos iniciados ao serviço de Blackburn, Aston Villa e Tottenham.
Lusa
  • Coreia do Norte foi "isolada à força"

    Mundo

    O empresário espanhol León Smit, que organiza visitas à Coreia do Norte, diz que o país foi "isolado à força", sendo "muito difícil" estabelecer relações comerciais com Pyongyang, sob o regime de Kim Jong-un.

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite