sicnot

Perfil

Desporto

Guarda-redes Brad Friedel abandona os relvados aos 44 anos

O veterano guarda-redes norte-americano Brad Friedel vai terminar a carreira futebolística no final da temporada, anunciou esta quinta-feira o Tottenham, no seu sítio oficial na Internet.

Com 82 internacionalizações, Friedel, de 43 anos, vai abandonar o futebol profissional, depois de ter alinhado em clubes como Newcastle, Brondby, Galatasaray, Colombus Crew, Liverpool, Blackburn Rovers, Aston Villa e Tottenham. (Arquivo)

Com 82 internacionalizações, Friedel, de 43 anos, vai abandonar o futebol profissional, depois de ter alinhado em clubes como Newcastle, Brondby, Galatasaray, Colombus Crew, Liverpool, Blackburn Rovers, Aston Villa e Tottenham. (Arquivo)

© Darren Staples / Reuters

Com 82 internacionalizações, Friedel, de 43 anos, vai abandonar o futebol profissional, depois de ter alinhado em clubes como Newcastle, Brondby, Galatasaray, Colombus Crew, Liverpool, Blackburn Rovers, Aston Villa e Tottenham.

"Vou sentir falta do contacto diário com treinadores e jogadores. Realmente, não há nada como isso, mas o meu 44.º aniversário está aí e eu penso que é uma boa altura para esta decisão", afirmou Friedel, que completa 44 anos na próxima segunda-feira.

O norte-americano chegou a White Hart Lane em 2011, mas foi relegado para o banco na época seguinte pelo francês Hugo Lloris.

"Estou incrivelmente orgulhoso do que alcancei durante a minha carreira. Quando comecei este percurso, nunca imaginei que fosse tão longo, joguei 23 temporadas e representei clubes incríveis", referiu Friedel, que se vai tornar comentador de futebol da estação televisiva norte-americana Fox Sports e embaixador dos 'spurs' nos Estados Unidos, onde pretende concluir a formação de treinador.

Friedel, que integrou as seleções norte-americanas nos Mundiais de 1994, 1998 e 2002, detém o recorde de mais jogos como titular na Liga inglesa consecutivos, com 310 jogos iniciados ao serviço de Blackburn, Aston Villa e Tottenham.
Lusa
  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • "Não tenho que debater nada com Bruno de Carvalho, só tenho que fazer cumprir os estatutos" 
    10:43
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11