sicnot

Perfil

Desporto

Joseph Blatter desmente ser alvo de investigação por parte do FBI

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, reafirmou hoje que não está a ser alvo de uma investigação por parte do FBI e que, caso entendesse, poderia deslocar-se aos Estados Unidos, país que tenciona visitar em 2016.

© Hannibal Hanschke / Reuters

"Todos sabemos que decorre nos Estados Unidos uma investigação que implica pessoas relacionadas com a FIFA, mas não é nada pessoal contra mim e, caso queira, poderei visitar o país", afirmou.

Blatter desmente assim um documentário transmitido esta semana pela estação de televisão ESPN, no qual se afirma que o suíço tem evitado visitar o país desde 2011, precisamente por estar a ser alvo de uma investigação da polícia federal norte-americana que envolve corrupção.

"Existem relações internacionais. Se eles quisessem realmente falar comigo já o tinham feito", acrescentou.

Segundo o documentário, os serviços secretos norte-americanos estão a investigar os antigos membros da Confederação da América do Norte, Central e das Caraíbas (CONCACAF) Jack Warner, da Trinidade e Tobago, e Chuck Blazer, dos Estados Unidos, ambos membros do comité executivo da FIFA.

O presidente da FIFA adiantou ainda que tem agendada uma visita aos Estados Unidos, tendo em vista a presença na 100.ª edição da Copa América, a realizar em junho de 2016, que excecionalmente contará com a presença de seleções de outros continentes.

Aos 79 anos, Blatter procura um novo mandato (quinto) na presidência do organismo que regula o futebol mundial, sendo considerado o favorito à vitória nas eleições do próximo dia 29 de maio, nas quais tem como oponentes o ex-futebolista português Luís Figo, o príncipe Ali bin Al Hussein, da Jordânia, vice-presidente do organismo para a Ásia, e Michael van Praag, líder da federação holandesa.







Lusa
  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • "Não tenho que debater nada com Bruno de Carvalho, só tenho que fazer cumprir os estatutos" 
    10:43
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11