sicnot

Perfil

Desporto

Beira-Mar vence Leixões depois de ameaçar faltar por salários em atraso

O Beira-Mar venceu hoje o Leixões por 2-1, na 45.ª jornada da II Liga de futebol, depois de ameaçar faltar ao encontro por ter cinco meses de salários em atraso, apresentando-se apenas uma hora antes no estádio. 

beiramar.pt

beiramar.pt

Os aveirenses, que se apresentaram no Estádio do Mar, em Matosinhos, Porto, com apenas 14 atletas, inauguraram o marcador com um autogolo de Caio (25) e selaram o resultado final por Piffero (47), enquanto o Leixões reduziu por Gonçalo Graça (39). 

As equipas, que já garantiram a manutenção na II Liga, proporcionaram uma primeira parte de fraca intensidade, sem grandes motivos de interesse e oportunidades de golo.

Contudo, os comandados de Paulo Alves estavam ligeiramente melhores e chegaram ao golo por Caio, que marcou na própria baliza, aos 25 minutos, após um cruzamento de André Nogueira. 

O Leixões respondeu de forma positiva e Gonçalo Graça anulou a desvantagem de cabeça, depois de um cruzamento colocado de Caio. 

Dois minutos depois do regresso dos balneários, Piffero recolocou os 'aurinegros' na frente, colocando a bola ao primeiro poste de costas. 

Leonço poderia ter feito o empate aos 55 minutos, mas atirou ao lado, naquela que foi uma das melhores oportunidades para o Leixões. 

Até ao final do encontro, a partida manteve-se 'morna', mas Pedras, por quatro vezes, poderia ter invertido o resultado para a equipa da casa, mas não conseguiu concretizar. 

Manafá e Chaparro tiveram ainda a oportunidade de dilatar o resultado para os forasteiros, mas a bola saiu ao lado.

Com este resultado, o Leixões, que dispensou o treinador Horácio Gonçalves, soma o nono jogo sem vitórias, enquanto o Beira-Mar regressa às vitórias após três empates consecutivos. 



Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões -- Beira-Mar, 1-2. 

Ao intervalo: 1-1. 



Marcadores:

0-1, Caio, 25 minutos (própria baliza). 

1-1, Gonçalo Graça, 39. 

1-2, Piffero, 47. 



Equipas:

- Leixões: Ricardo Moura, Caio (Pedras, 65), Pedro Pinto, Zé Pedro, Pedro Tavares, Tiago Lenho, Moedas, Bruno Lamas (Cadinha, 46), Yuanyi Li (De Leonço, 46), Enoh e Gonçalo Graça. 

(Suplentes: Nuno Pereira, Pedras, Cadinha, De Leonço, Alabi, Rui Cardoso e Rui André).

Treinador: Manuel Oliveira.

- Beira-Mar: Rego, André Nogueira, Alan Henrique, Piffero, Vítor Vinha, Alexandre, Kingsley, Paulinho (Miguel, 90+2), Chaparro (Edivandio, 70), Manafá e Nadson (Edema, 85). 

(Suplentes: Edema, Miguel e Evandro).

Treinador: Paulo Alves. 



Árbitro: Sérgio Piscarreta (Algarve). 

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Moedas (60), Chaparro (60) e Kingsley (71). 

Assistência: cerca de 500 espetadores.





Lusa
  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38