sicnot

Perfil

Desporto

Benfica pode ser campeão hoje

O Benfica dispõe hoje da primeira oportunidade de assegurar matematicamente a conquista do seu 34.º título de campeão nacional de futebol, caso vença na visita ao Vitória de Guimarães, na 33.ª jornada.

© Marcos Borga / Reuters

Com apenas seis pontos em disputa, os `encarnados´ estão com três de avanço para o FC Porto, sobre quem têm vantagem direta, pelo triunfo 2-0 no Dragão e empate 0-0 em casa.

O objetivo será igualmente conseguido pela equipa de Jorge Jesus se obtiver melhor ou resultado idêntico ao do FC Porto, que, à mesma hora (18:00), joga no estádio do Restelo com o Belenenses, que se encontra ainda na luta pelo sexto lugar, que dá acesso à Liga Europa.

Enquanto o Benfica pode depender apenas de si próprio para conquistar o campeonato, o FC Porto precisa de vencer os dois desafios que lhe restam e esperar que os lisboetas `escorreguem´ nas duas partidas que lhes faltam.

O Vitória de Guimarães já tem a situação definida, com o regresso às competições europeias.

Além da luta a dois pelo título, a ronda está marcada pela intensa luta pela vaga que resta para a Liga Europa, com Paços de Ferreira, Belenenses, Rio Ave, Marítimo e Nacional ainda na corrida, bem como pela luta pela manutenção, com o Gil Vicente ainda com algumas esperanças em conseguir manter-se.

O jogo está marcado para as 18:00.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.