sicnot

Perfil

Desporto

Manchester United deixa-se empatar e Arsenal ganha vantagem pelo terceiro lugar

O Manchester United deixou-se hoje empatar em casa com o Arsenal (1-1) e deixou os 'gunners' no terceiro lugar, mais perto do apuramento direto para a Liga dos Campeões em futebol.

© Reuters Staff / Reuters

Uma vitória ainda podia dar alguma esperança à equipa de Louis Van Gaal em relação ao terceiro posto, embora o Arsenal tivesse sempre a vantagem de um jogo em atraso, no qual poderia resolver a questão.

O empate consentido pelo Manchester United já na parte final deixou os 'red devils' na quarta posição (69 pontos), enquanto o Arsenal é terceiro (71 pontos), mas com menos um jogo, da 33.ª jornada frente ao Sunderland, agendado para quarta-feira.

Em Old Trafford, o United marcou à meia hora de jogo, por intermédio do espanhol Ander Herrera, mas a vantagem não foi suficiente, já que, aos 81 minutos, o Arsenal marcaria, num lance de Walcott, com responsabilidades para Victor Valdés.

O golo acabou por ser atribuído a Blackett, no qual a bola desviou antes de entrar na baliza de Valdés, que deu a ideia de que poderia ter feito mais.

Foi a estreia no Manchester United do guarda-redes espanhol, de 33 anos, que fez toda a sua carreira no FC Barcelona antes de se transferir no início da época para Inglaterra, devido a lesão do seu compatriota De Gea e que saiu aos 74. 

Também hoje, o Manchester City entrou em campo e venceu o Swansea por 4-2, num jogo em que esteve a vencer por 2-0, viu o adversário igualar e recuperou os dois golos de vantagem, com destaque para um 'bis' de Yaya Toure (no 1-0 e no 3-2).

A 37.ª jornada da Liga inglesa fica concluída na segunda-feira, dia em que o campeão Chelsea, de José Mourinho, visita o West Bromwich.






Lusa
  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Vila de Gavião viu-se cercada pelas chamas
    2:17
  • Telemóveis pessoais foram alternativa ao SIRESP no Sardoal
    1:20

    País

    O presidente da Câmara Municipal do Sardoal disse hoje que a rede SIRESP voltou a falhar durante os últimos cinco dias. Miguel Borges acrescentou que os operacionais no terreno recorreram várias vezes aos seus telemóveis particulares para comunicar.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14