sicnot

Perfil

Desporto

Boca Juniors recorre de desclassificação da Taça Libertadores

O Boca Juniors apelou da decisão da Confederação sul-americana de futebol (Conmebol) de entregar a vitória ao River Plate, na segunda mão dos oitavos de final da Taça Libertadores, devido a distúrbios, informaram esta segunda-feira fontes do clube argentino.

A Conmebol desclassificou a 16 de maio o Boca Juniors da Taça dos Libertadores, após os incidentes da quinta-feira anterior na segunda mão dos oitavos de final, frente ao River Plate.

A Conmebol desclassificou a 16 de maio o Boca Juniors da Taça dos Libertadores, após os incidentes da quinta-feira anterior na segunda mão dos oitavos de final, frente ao River Plate.

© Enrique Marcarian / Reuters

O presidente do Boca Juniors confirmou o recurso numa entrevista à rádio La Red, mas mostrou-se pessimista quanto ao seu sucesso. 

"Não estamos otimistas, porque há muitos interesses alheios aos clubes, comerciais e já se estão a vender bilhetes. Não há antecedentes da exclusão de uma equipa por um motivo pontual", disse Daniel Angelici, considerando que assim a Conmebol está a dar força aos adeptos violentos, que agora sabem que, caso queiram perturbar um jogo, vão ficar impunes.  

O presidente do clube argentino assegurou que o Boca cumpriu o protocolo de segurança e recordou um episódio da edição anterior da Taça Libertadores: "No ano passado, num jogo do Corinthians morreu um rapaz de 14 anos e não o desclassificaram do torneio, pelo que não entendo o equilíbrio desta sanção". 

Angelici antecipou também que planeia renunciar à vice-presidência da Associação de Futebol Argentino (AFA), porque não quer fazer parte de algo que não funciona. 

A Conmebol desclassificou a 16 de maio o Boca Juniors da Taça dos Libertadores, após os incidentes da quinta-feira anterior na segunda mão dos oitavos de final, frente ao River Plate.

Face a esta decisão, o River Plate, o maior rival do Boca Juniors, apurou-se na 'secretaria' para os quartos de final da 'Champions' da América do Sul, defrontando agora os brasileiros do Corinthians.

Segundo a deliberação da comissão disciplinar da Conmebol, o Boca Juniors disputará os próximos quatro jogos em casa da Taça dos Libertadores à porta fechada e terá de pagar uma multa de 200.000 euros.

No dia 14 de maio, o jogo entre o Boca Juniors e o River Plate, foi suspenso depois de os jogadores do River terem sido atingidos com gás pimenta.

No reatamento do encontro, que tinha chegado ao intervalo empatado 0-0, os jogadores do River Plate, equipa visitante, foram agredidos por adeptos do Boca Juniores quando regressavam ao relvado, obrigando à suspensão do jogo.

No estádio La Bombonera, com mais de 60.000 espetadores, o árbitro do 'clássico', o também argentino Dario Herrera, foi forçado a ordenar o regresso aos balneários depois de mais de uma hora de desacatos.

Na primeira mão, no El Monumental, o River Plate tinha vencido o Boca Juniors por 1-0.
Lusa
  • Os efeitos dos incêndios na natureza
    2:46

    País

    Cheias frequentes, erosão dos solos e contaminação dos rios e albufeiras são as previsões unânimes da comunidade científica para os próximos tempos, na sequência dos incêndios florestais. À SIC, o hidrobiólogo Adriano Bordalo Sá e o investigador de recursos florestais Rui Cortes alertam: é necessário começar a tratar da terra queimada o mais rapidamente possível.

  • Número de vítimas mortais dos incêndios sobe para 45

    País

    Uma pessoa que estava internada no Hospital da Prelada, Porto, na sequência dos incêndios do dia 15 nas regiões Centro e Norte, morreu hoje, anunciou a unidade hospitalar, subindo assim para 45 o número de vítimas mortais daqueles fogos.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Achado inédito encontrado na nau de Vasco da Gama naufragada em Omã

    Mundo

    Uma equipa de investigadores afirma ter encontrado, ao largo da costa de Omã, o mais antigo instrumento de navegação alguma vez descoberto. O achado arqueológico é um astrolábio e terá sido localizado no meio do que resta da nau Esmeralda, da frota de Vasco da Gama, naufragada no Oceano Índico em 1503.

    SIC

  • "Isto destrói famílias"
    0:46
  • Eurodeputados homenageiam vítimas dos fogos
    1:38

    País

    A União Europeia vai doar os 50 mil euros do prémio Princesa das Astúrias às populações afetadas pelos incêndios em Portugal e Espanha. A Comissão Europeia continua a avaliar o pedido ao Fundo Europeu de Solidariedade, mas o pedido deverá ainda ser atualizado para incluir os prejuízos causados pelos incêndios da semana passada.