sicnot

Perfil

Desporto

Israel disponível para "jogo pela paz" com a Palestina

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, afirmou esta terça-feira que o primeiro-ministro israelita manifestou o seu apoio à realização de um "jogo pela paz" entre as equipas nacionais de Israel e da Palestina.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, abraça o presidente da Federação israelita de futebol, Ofer Eini.

O presidente da FIFA, Joseph Blatter, abraça o presidente da Federação israelita de futebol, Ofer Eini.

© Ammar Awad / Reuters

"Um dos assuntos de que falei com o primeiro-ministro [Benjamin] Netanyahu e uma ideia que mereceu o seu apoio (...) foi a organização num futuro próximo de uma partida entre as equipas nacionais de Israel e da Palestina", disse, em conferência de imprensa após o encontro com o chefe do governo de Israel.

Blatter referiu ainda que esse encontro poderia ser organizado em Zurique, na Suíça, sede da FIFA.

Antes do encontro, Netanyahu afirmou-se disponível para adotar "um certo número de medidas" para ajudar o futebol palestiniano, apesar de criticar a "politização" do futebol, em consequência da tentativa dos palestinianos de excluírem Israel da FIFA.

Na quarta-feira, o presidente da FIFA tem um encontro previsto com o presidente palestiniano Mahmoud Abbas.

A 10 de maio, os presidentes das federações de futebol de Israel e a da Palestina reuniram-se em Zurique, na Suíça, com o líder da FIFA.

Após algumas reuniões individuais com responsáveis da FIFA, o israelita Ofer Eini e o palestino Jibril Rajoub juntaram-se nessa data num encontro presidido por Blatter e no qual estiveram outros representantes dos três organismos.

Um dos principais temas em discussão foi o pedido da federação palestina para a FIFA suspender a sua congénere israelita, por considerar que esta compactua com uma posição inalterável de opressão e discriminação para com os desportos palestinianos em geral e para com o futebol em particular.

De acordo com a FIFA, as duas federações aceitaram continuar o diálogo, com Blatter a prometer visitar os dois países e reunir-se com os governos locais antes do Congresso da FIFA, marcado para o final de maio.
Lusa
  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • "O FC Porto não merece ser campeão"
    2:23
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    O empate do FC Porto com o Feirense foi o principal assunto do Play-Off da SIC Notícias, este domingo. Rodolfo Reis mostrou-se insatisfeito com a atitude dos jogadores do FC Porto.

  • Défice recua em 2016 na zona euro e na UE

    Economia

    O défice e a dívida baixaram na zona euro e na União Europeia (UE) em 2016 face a 2015, tendo Portugal registado a terceira maior dívida (130,4%) entre os Estados-membros e um défice de 2%, segundo o Eurostat.

  • Incêndio na Amadora deixa 12 pessoas desalojadas
    1:59

    País

    Um incêndio destruiu este domingo a cobertura de um prédio de habitação na Buraca, no concelho da Amadora. Doze pessoas ficaram desalojadas, mas ninguém ficou ferido. Os bombeiros dominaram o fogo em cerca de uma hora, os moradores queixam-se da falta de eficácia no combate às chamas.

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa