sicnot

Perfil

Desporto

Época 2015/16 arranca a 9 de agosto, I Liga uma semana depois e fecha a 15 de maio

A época futebolística de 2015/16 inicia-se a 9 de agosto com a Supertaça, uma semana antes do início da I Liga, que termina a 15 de maio, seguindo-se, no domingo seguinte, a final da Taça.

A 5 de fevereiro, o SEF tinha identificado 250 cidadãos estrangeiros, dos quais 157 estavam em situação irregular. (Arquivo)

A 5 de fevereiro, o SEF tinha identificado 250 cidadãos estrangeiros, dos quais 157 estavam em situação irregular. (Arquivo)

© Valentin Flauraud / Reuters

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) divulgou hoje o calendário oficial, que, como tradicionalmente, se vai iniciar com a disputa da Supertaça Cândido de Oliveira, prova que opõe o campeão nacional, Benfica, ao vencedor da Taça de Portugal, Sporting ou Sporting de Braga, a 9 de agosto.

Nesse mesmo fim de semana começa também a II Liga, cujo início precede em uma semana a I Liga, apesar de partilhar a data de fim, a 15 de maio, sem que, no caso do segundo escalão, tenha sido divulgado o número final de jornadas.

A final da 76.ª edição da Taça de Portugal está agendada para 22 de maio, 18 dias antes do início da fase final do Campeonato da Europa, que vai ser disputado em França.

Ainda de acordo com o mesmo comunicado da FPF, a primeira fase do Campeonato Nacional de Seniores (CNS) vai decorrer entre 23 de agosto e 24 de dezembro e a segunda entre 14 de janeiro e 15 de maio, estando ainda os jogos do 'play-off' e final agendados para 29 de maio e 4 de junho e 5 de junho, respetivamente.

A época do futebol feminino arranca a 30 de agosto com a primeira edição da Supertaça e termina a 19 de junho, com o fim do campeonato, depois da final da Taça, prevista para 28 de maio.

No futsal, também a Supertaça marca o início da temporada, a 30 de agosto, o campeonato vai decorrer entre 5 de setembro e 25 de junho e a fase final da Taça de Portugal entre 6 e 8 de maio.

Lusa
  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.