sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa qualifica-se para as meias-finais do torneio de Genebra

O tenista português João Sousa, 50º do 'ranking' mundial, qualificou-se esta quinta-feira para as meias-finais do torneio de Genebra, na Suíça, depois de vencer o espanhol Pablo Andujar, 41º da hierarquia.

João Sousa igualou a melhor prestação da temporada, depois de também ter chegado às meias-finais do torneio francês de Montpellier, no início de fevereiro. (Arquivo)

João Sousa igualou a melhor prestação da temporada, depois de também ter chegado às meias-finais do torneio francês de Montpellier, no início de fevereiro. (Arquivo)

Daniel Ochoa de Olza / AP

João Sousa, sexto cabeça de série em Genebra, superiorizou-se a Andujar, terceiro pré-designado, em três 'sets', por 6-4, 2-6 e 7-6 (8-6), depois de ter salvado quatro 'match-points' no 'tie-break'.

"Acho que os dois fizemos um excelente encontro. A vitória podia ter caído para qualquer lado, mas felizmente calhou-me a mim. Estou muito contente pelo nível de jogo exibido", afirmou em declarações à Lusa.

Nas meias-finais, o número um português defrontará o argentino Federico Delbonis, número 74 da hierarquia mundial, que ultrapassou o favorito Stanislas Wawrincka pelos parciais de 6-7 (5-7), 6-4 e 6-4.

"É um jogador que eu conheço muito bem e ele também me conhece a mim, por isso vai ser mais uma dura batalha. A prioridade agora é recuperar bem para poder estar a 100 por cento", concluiu João Sousa, que perdeu o único encontro frente ao argentino, em 2013, em Buenos Aires.

João Sousa igualou a melhor prestação da temporada, depois de também ter chegado às meias-finais do torneio francês de Montpellier, no início de fevereiro.
Lusa
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.