sicnot

Perfil

Desporto

Rali de Portugal arranca hoje com superespecial em Lousada

O Rali de Portugal arranca hoje com uma superespecial 3,36 quilómetros, em Lousada, que a partir das 19:00 vai definir a primeira hierarquia da quinta prova do Campeonato do Mundo, liderado por Sébastien Ogier (Volkswagen). 

© Toby Melville / Reuters

O francês, vencedor das três primeiras provas -- Monte Carlo, Suécia e México -, chega a Portugal para tentar dar continuidade ao seu domínio, depois do fracasso no Rali da Argentina, onde problemas mecânicos o afastaram da luta pela vitória e onde a Volkswagen falhou um pódio pela primeira vez em 20 ralis. 

 
 

Apesar disso, o bicampeão do mundo mantém uma margem confortável em relação ao segundo classificado, somando 84 pontos contra os 51 do norueguês Mads Ostberg (Citroen), segundo no México e na Argentina, enquanto Andreas Mikkelsen (Volkswagen), também da Noruega, é o terceiro, tem 47. 

 
 

Depois de o britânico Kris Meeke ter dado a primeira vitória da Citroen em quase dois anos, ao ganhar na Argentina, Ogier procura repor a 'ordem natural' e vai em busca do seu quinto triunfo no rali português, o que lhe permitiria igualar o recorde do finlandês Markku Allen. 

 
 

Neste regresso à região norte, após uma década no Algarve, o rali terá pouco mais de 350 quilómetros cronometrados, divididos em 16 provas especiais de classificação, e prolonga-se até domingo. 

 
 

Com 96 inscritos, o rali não é pontuável para o Campeonato Nacional, mas terá a presença do atual campeão, Pedro Meireles, um dos quatro pilotos que fará a estreia absoluta do Skoda Fabia R5, e de Bernardo Sousa, que inicia a sua participação no Mundial na classe WRC2, ao volante de um Peugeot 208 T16. 

 

 uma superespecial 3,36 quilómetros, em Lousada, que a partir das 19:00 vai definir a primeira hierarquia da quinta prova do Campeonato do Mundo, liderado por Sébastien Ogier (Volkswagen). 

 

O francês, vencedor das três primeiras provas -- Monte Carlo, Suécia e México -, chega a Portugal para tentar dar continuidade ao seu domínio, depois do fracasso no Rali da Argentina, onde problemas mecânicos o afastaram da luta pela vitória e onde a Volkswagen falhou um pódio pela primeira vez em 20 ralis. 

 
 

Apesar disso, o bicampeão do mundo mantém uma margem confortável em relação ao segundo classificado, somando 84 pontos contra os 51 do norueguês Mads Ostberg (Citroen), segundo no México e na Argentina, enquanto Andreas Mikkelsen (Volkswagen), também da Noruega, é o terceiro, tem 47. 

 
 

Depois de o britânico Kris Meeke ter dado a primeira vitória da Citroen em quase dois anos, ao ganhar na Argentina, Ogier procura repor a 'ordem natural' e vai em busca do seu quinto triunfo no rali português, o que lhe permitiria igualar o recorde do finlandês Markku Allen. 

 
 

Neste regresso à região norte, após uma década no Algarve, o rali terá pouco mais de 350 quilómetros cronometrados, divididos em 16 provas especiais de classificação, e prolonga-se até domingo. 

 
 

Com 96 inscritos, o rali não é pontuável para o Campeonato Nacional, mas terá a presença do atual campeão, Pedro Meireles, um dos quatro pilotos que fará a estreia absoluta do Skoda Fabia R5, e de Bernardo Sousa, que inicia a sua participação no Mundial na classe WRC2, ao volante de um Peugeot 208 T16.


Lusa

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.