sicnot

Perfil

Desporto

Rali de Portugal arranca hoje com superespecial em Lousada

O Rali de Portugal arranca hoje com uma superespecial 3,36 quilómetros, em Lousada, que a partir das 19:00 vai definir a primeira hierarquia da quinta prova do Campeonato do Mundo, liderado por Sébastien Ogier (Volkswagen). 

© Toby Melville / Reuters

O francês, vencedor das três primeiras provas -- Monte Carlo, Suécia e México -, chega a Portugal para tentar dar continuidade ao seu domínio, depois do fracasso no Rali da Argentina, onde problemas mecânicos o afastaram da luta pela vitória e onde a Volkswagen falhou um pódio pela primeira vez em 20 ralis. 

 
 

Apesar disso, o bicampeão do mundo mantém uma margem confortável em relação ao segundo classificado, somando 84 pontos contra os 51 do norueguês Mads Ostberg (Citroen), segundo no México e na Argentina, enquanto Andreas Mikkelsen (Volkswagen), também da Noruega, é o terceiro, tem 47. 

 
 

Depois de o britânico Kris Meeke ter dado a primeira vitória da Citroen em quase dois anos, ao ganhar na Argentina, Ogier procura repor a 'ordem natural' e vai em busca do seu quinto triunfo no rali português, o que lhe permitiria igualar o recorde do finlandês Markku Allen. 

 
 

Neste regresso à região norte, após uma década no Algarve, o rali terá pouco mais de 350 quilómetros cronometrados, divididos em 16 provas especiais de classificação, e prolonga-se até domingo. 

 
 

Com 96 inscritos, o rali não é pontuável para o Campeonato Nacional, mas terá a presença do atual campeão, Pedro Meireles, um dos quatro pilotos que fará a estreia absoluta do Skoda Fabia R5, e de Bernardo Sousa, que inicia a sua participação no Mundial na classe WRC2, ao volante de um Peugeot 208 T16. 

 

 uma superespecial 3,36 quilómetros, em Lousada, que a partir das 19:00 vai definir a primeira hierarquia da quinta prova do Campeonato do Mundo, liderado por Sébastien Ogier (Volkswagen). 

 

O francês, vencedor das três primeiras provas -- Monte Carlo, Suécia e México -, chega a Portugal para tentar dar continuidade ao seu domínio, depois do fracasso no Rali da Argentina, onde problemas mecânicos o afastaram da luta pela vitória e onde a Volkswagen falhou um pódio pela primeira vez em 20 ralis. 

 
 

Apesar disso, o bicampeão do mundo mantém uma margem confortável em relação ao segundo classificado, somando 84 pontos contra os 51 do norueguês Mads Ostberg (Citroen), segundo no México e na Argentina, enquanto Andreas Mikkelsen (Volkswagen), também da Noruega, é o terceiro, tem 47. 

 
 

Depois de o britânico Kris Meeke ter dado a primeira vitória da Citroen em quase dois anos, ao ganhar na Argentina, Ogier procura repor a 'ordem natural' e vai em busca do seu quinto triunfo no rali português, o que lhe permitiria igualar o recorde do finlandês Markku Allen. 

 
 

Neste regresso à região norte, após uma década no Algarve, o rali terá pouco mais de 350 quilómetros cronometrados, divididos em 16 provas especiais de classificação, e prolonga-se até domingo. 

 
 

Com 96 inscritos, o rali não é pontuável para o Campeonato Nacional, mas terá a presença do atual campeão, Pedro Meireles, um dos quatro pilotos que fará a estreia absoluta do Skoda Fabia R5, e de Bernardo Sousa, que inicia a sua participação no Mundial na classe WRC2, ao volante de um Peugeot 208 T16.


Lusa

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • China descobre nova mutação do vírus H7N9

    Mundo

    A China descobriu uma nova mutação do vírus H7N9, considerada a mais mortífera das estirpes que causam a gripe das aves, sobretudo para aves vivas, não representando nova ameaça para os seres-humanos, informou hoje a imprensa estatal.

  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.

  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.