sicnot

Perfil

Desporto

Obrigações do FC Porto rendem valor recorde de 45 milhões de euros

A Oferta Pública de Obrigações do FC Porto, cujos resultados foram esta sexta-feira apresentados na Bolsa de Lisboa, rendeu à SAD do clube um valor recorde de 45 milhões de euros, naquele que foi o sétimo empréstimo obrigacionista dos portistas.

Com o preço da cada obrigação fixado em cinco euros, cada investidor foi obrigado a adquirir no mínimo 20 obrigações (100 euros), sendo que, no total, foram transacionadas 21.994.670 obrigações que resultaram no maior encaixe de sempre da SAD 'portista', num total de 45 milhões de euros. (Arquivo)

Com o preço da cada obrigação fixado em cinco euros, cada investidor foi obrigado a adquirir no mínimo 20 obrigações (100 euros), sendo que, no total, foram transacionadas 21.994.670 obrigações que resultaram no maior encaixe de sempre da SAD 'portista', num total de 45 milhões de euros. (Arquivo)

PAULO DUARTE / AP

Segundo os dados disponibilizados pela 'praça portuguesa', a procura das obrigações do clube ultrapassou 2,44 vezes a oferta, tendo sido contabilizados um total de 4778 investidores, todos eles portugueses.

Com o preço da cada obrigação fixado em cinco euros, cada investidor foi obrigado a adquirir no mínimo 20 obrigações (100 euros), sendo que, no total, foram transacionadas 21.994.670 obrigações que resultaram no maior encaixe de sempre da SAD 'portista', num total de 45 milhões de euros.

O empréstimo começa a contar a 26 de maio e o pagamento da taxa de juro é feito semestralmente, a 26 de maio e 26 de novembro, sendo o reembolso final feito a 26 de maio de 2018.

O sétimo financiamento obrigacionista dos 'dragões', inicialmente previsto em 40 milhões de euros e limitado a 50, acabou por ser fixado em 45 milhões, e traz, segundo Fernando Gomes, administrador da SAD do clube, vantagens ao clube, que assim se financia com taxas de juro inferiores às praticadas na banca portuguesa, ou seja, com uma taxa de 5%.

Fernando Gomes congratulou-se com o sucesso da operação, admitindo que este tipo de financiamento junto de pequenos investidores é um método que o clube pretende continuar a seguir, de forma a diminuir a exposição à banca.

Segundo o administrador portista, destes 45 milhões de euros, 30 serão para pagar o anterior empréstimo obrigacionista, que agora vence, enquanto os 15 restantes terão como objetivo diminuir o nível de dependência bancária, tendo em vista manter os mesmos níveis de financiamento.
Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51