sicnot

Perfil

Desporto

Latvala defende a liderança no dia mais longo do Rali de Portugal

O finlandês Jari-Matti Latvala (Volkswagen) defende hoje a liderança do Rali de Portugal, quinta prova do Campeonato do Mundo, cujo terceiro dia é composto por seis especiais, nomeadamente a mais longa, a de Fridão, com quase 40 quilómetros.

REPORTER IMAGES

As duas passagens nos troços de Baião (18,57 km), Marão (26,46 km) e Fridão (37,67 km) constituem as secções mais extensas do rali, com um total de 165,4 quilómetros, num itinerário desenhado entre as regiões de Minho, Douro Litoral e Trás-os-Montes que promete voltar a ser muito exigente, sobretudo para os pneus.

Latvala, que até agora pontuou somente em Monte Carlo, na prova de abertura do Mundial, vai para a estrada com 11,1 segundos de avanço sobre o britânico Kris Meeke (Citroën) e 16 face ao norueguês Andreas Mikkelsen (Volkswagen), após seis especiais disputadas. O início do primeiro troço do dia está marcado para as 08:54.

No seio da marca alemã, o francês Sébastien Ogier, bicampeão do mundo, é o menos satisfeito, uma vez que a sua condição de líder do Mundial o obrigou a sair em primeiro e a ter de 'limpar' a estrada, uma desvantagem que o deixou no sexto lugar, a 25,9 segundos de Latvala, e atrás do estónio Ott Tanak (Ford) e do espanhol Dani Sordo (Hyundai).

As suas condições vão melhorar ligeiramente, já que o britânico Elfyn Evans (Ford) e o italiano Lorenzo Bertelli (Ford) partem hoje à sua frente, depois de terem sido forçados a retirarem-se na véspera.

Entre os portugueses, Miguel Campos (Ford) continua a ser mais bem classificado, ocupando o 24.º posto na geral, a 7.45,6 segundos do líder, mas beneficiou do abandono de Bernardo Sousa (Peugeot), que tinha sido melhor na primeira secção de sexta-feira antes de ser traído por um problema no radiador.



Lusa
  • Marcelo lembra as consequências da demissão de Vítor Gaspar
    1:06

    Caso CGD

    O Presidente da República reitera que o assunto Caixa Geral de Depósitos está fechado. Em entrevista à TVI, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou esta segunda-feira as consequências que a demissão de Vítor Gaspar, ministro das Finanças em 2013, provocou no sistema financeiro para justificar o facto de ter intervindo na polémica com as SMS trocadas entre Mário Centeno e António Domingues.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne, capital da Austrália. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Pelo menos 18 detidos em protestos no Rio de Janeiro

    Mundo

    Pelo menos 18 pessoas foram esta segunda-feira detidas no Rio de Janeiro, Brasil, depois de confrontos com a polícia durante um protesto contra a privatização da empresa pública de saneamento, que serve o terceiro estado mais povoado do país.

  • O momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado
    1:21

    Mundo

    A investigação ao homicídio do meio-irmão do líder da Coreia do Norte no aeroporto da capital da Malásia está a provocar uma crise diplomática entre os dois países. Esta segunda-feira, um canal de televisão japonês divulgou imagens das câmaras de vigilância do aeroporto que alegadamente captam o momento em que Kim Jong-nam terá sido envenenado.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Os ensaios para a maior festa do ano
    1:16

    Mundo

    Em contagem decrescente para o Carnaval, no Rio de Janeiro, já começaram os ensaios para a maior festa do ano. A noite de testes na avenida Marquês de Sapucaí conta com desfiles gratuitos.