sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa sobe para 44º lugar no ranking mundial

O tenista português João Sousa subiu hoje quatro lugares na hierarquia mundial, depois de ter chegado à final do torneio de Genebra, na Suíça, ocupando agora o 44.º lugar num 'ranking' sem alterações nos 15 primeiros.

(Arquivo)

(Arquivo)

Peter Dejong / AP

No dia em que se estreia no quadro principal da edição 2015 de Roland Garros, Gastão Elias subiu três lugares, para o 152.º posto, subida idêntica às de Rui Machado (218.º) e de Frederico Silva (275.º).

No topo da hierarquia tudo se mantém idêntico, com o sérvio Novak Djokovic com grande avanço no primeiro lugar, seguido do suíço Roger Federer e do britânico Andy Murray.

Eliminada na qualificação para Roland Garros, Michelle Larcher de Brito continua a ser a única portuguesa entre as 700 melhores do 'ranking', apesar de ter caído duas posições e ser agora 126.ª do mundo.

À semelhança da hierarquia masculina, também a feminina se mantém inalterada à entrada para o segundo torneio do Grand Slam da temporada, com a norte-americana Serena Williams no topo, à frente da russa Maria Sharapova e da romena Simona Halep.


Lusa
  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas