sicnot

Perfil

Desporto

Platini apoia Ali bin Al-Hussein e acusa Blatter de mentir

O presidente da UEFA, Michel Platini, anunciou hoje o seu apoio ao jordano Ali bin Al-Hussein nas eleições da FIFA, acusando de mentiras o atual líder do organismo que tutela o futebol mundial, Joseph Blatter.

© Denis Balibouse / Reuters

"Tenho a íntima convicção de que Ali (...) pode ser um grande presidente da FIFA", disse Platini, numa entrevista ao jornal francês L'Équipe.

Apesar de não ter direito de voto -- apenas os presidentes das 209 federações nacionais podem votar -, o francês decidiu dar o seu apoio "a título pessoal".

Platini lembrou o pedido que fez às federações europeias em 2011 para apoiarem Blatter, defendendo que o fez "na base de uma promessa" que o suíço tinha feito.

"Ele pediu-nos, olhos nos olhos, que o apoiássemos por que este seria o seu último mandato. Tenho a desagradável impressão de me ter envolvido pessoalmente numa mentira", disse.

Platini acusou ainda Blatter de tentar "manter o seu trono a qualquer custo".

Blatter, de 79 anos, concorre na sexta-feira a um quinto mandato à frente da FIFA, tendo o príncipe jordano como único rival, depois das desistências do português Luís Figo e do holandês Michael van Praag.


Lusa
  • Figo desiste da candidatura à FIFA e fala em "ditadura"
    1:12

    Desporto

    A uma semana das eleições, Luís Figo desistiu da candidatura à presidência da FIFA. O antigo internacional português compara o organismo máximo do futebol mundial a uma ditadura e diz que estas eleições não são livres. Luis Figo afirma que o atual presidente, o suíço Joseph Blatter, não tem programa eleitoral, acrescenta que não há debates e que os candidatos não podem intervir nos congressos da FIFA, onde só Blatter tem direito a falar. Para o ex-jogador, este processo eleitoral é a entrega do poder absoluto ao atual presidente da FIFA, em que o futebol sai a perder. O anúncio de Figo surgiu horas depois do holandês Michael van Praag ter desistido. Na corrida estão agora apenas dois homens: o príncipe jordano Ali bin Al Hussein, e Joseph Blatter.

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos.

  • Na linha do triunfo
    16:49
  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57