sicnot

Perfil

Desporto

Platini apoia Ali bin Al-Hussein e acusa Blatter de mentir

O presidente da UEFA, Michel Platini, anunciou hoje o seu apoio ao jordano Ali bin Al-Hussein nas eleições da FIFA, acusando de mentiras o atual líder do organismo que tutela o futebol mundial, Joseph Blatter.

© Denis Balibouse / Reuters

"Tenho a íntima convicção de que Ali (...) pode ser um grande presidente da FIFA", disse Platini, numa entrevista ao jornal francês L'Équipe.

Apesar de não ter direito de voto -- apenas os presidentes das 209 federações nacionais podem votar -, o francês decidiu dar o seu apoio "a título pessoal".

Platini lembrou o pedido que fez às federações europeias em 2011 para apoiarem Blatter, defendendo que o fez "na base de uma promessa" que o suíço tinha feito.

"Ele pediu-nos, olhos nos olhos, que o apoiássemos por que este seria o seu último mandato. Tenho a desagradável impressão de me ter envolvido pessoalmente numa mentira", disse.

Platini acusou ainda Blatter de tentar "manter o seu trono a qualquer custo".

Blatter, de 79 anos, concorre na sexta-feira a um quinto mandato à frente da FIFA, tendo o príncipe jordano como único rival, depois das desistências do português Luís Figo e do holandês Michael van Praag.


Lusa
  • Figo desiste da candidatura à FIFA e fala em "ditadura"
    1:12

    Desporto

    A uma semana das eleições, Luís Figo desistiu da candidatura à presidência da FIFA. O antigo internacional português compara o organismo máximo do futebol mundial a uma ditadura e diz que estas eleições não são livres. Luis Figo afirma que o atual presidente, o suíço Joseph Blatter, não tem programa eleitoral, acrescenta que não há debates e que os candidatos não podem intervir nos congressos da FIFA, onde só Blatter tem direito a falar. Para o ex-jogador, este processo eleitoral é a entrega do poder absoluto ao atual presidente da FIFA, em que o futebol sai a perder. O anúncio de Figo surgiu horas depois do holandês Michael van Praag ter desistido. Na corrida estão agora apenas dois homens: o príncipe jordano Ali bin Al Hussein, e Joseph Blatter.

  • 10 Minutos com Ana Catarina Mendes
    10:28

    10 Minutos

    A secretária geral adjunta do PS diz que não percebe porque é que o PSD levou tanto tempo a escolher o candidato à Câmara de Lisboa. Em entrevista no 10 Minutos da SIC Noticias, Ana Catarina Mendes considerou ainda que Pedro Passos Coelho não tem estado à altura de um líder da oposição. Quanto às legislativas, entende que o PS deve concorrer sozinho às eleições.

    Entrevista na íntegra

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.