sicnot

Perfil

Desporto

Buscas na sede da Confederação de Futebol dos EUA

ÚLTIMA HORA

O Departamento de justiça dos Estados Unidos está a fazer buscas na sede da Confederação de Futebol da América do Norte. 

A justiça norte-americana acusou nove dirigentes e cinco funcionários da Federação Internacional de Futebol por corrupção.
Seis altos dirigentes da FIFA foram já detidos, esta manhã, na Suíça. A operação aconteceu em Zurique, num hotel onde os dirigentes se reuniam para um encontro anual.

As detenções aconteceram por ordem da Justiça norte-americana que solicitou a extradição dos detidos para que sejam julgados nos Estados Unidos.

Em causa estão suspeitas de corrupção nos últimos 20 anos em concursos para acolher os Mundiais de Futebol, negócios de marketing e transmissão de jogos, num valor superior a 90 milhões de euros. 

Sabe-se, entretanto, que as investigações centram-se na atribuição da organização do campeonato do mundo de futebol em 2018 à Rússia e em 2022 ao Qatar. 

Neste momento, também o Departamento de Justiça dos Estados Unidos está a fazer buscas à sede da confederação americana de futebol, em Miami.

Entre os acusados estão dois vice-presidentes da FIFA, o uruguaio Eugenio Figueredo e Jeffrey Webb, das Ilhas Caimão, assim como o paraguaio Nicolás Leoz, ex-presidente da Confederação da América do Sul (Conmebol).

Os outros dirigentes indiciados são o brasileiro José María Marín, o costarriquenho Eduardo Li, o nicaraguense Júlio Rocha, Jack Warner, de Trinidad e Tobago, o venezuelano Rafael Esquivel e Costas Takkas, das Ilhas Caimão.

O organismo norte-americano revelou ainda que as buscas feitas na Associação de Futebol da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF) estão também relacionadas com este caso.

"É um período de, pelo menos duas gerações de dirigentes de futebol que, alegadamente, abusaram das suas posições de confiança para adquirirem milhões de dólares em subornos e comissões", disse a procuradora Loretta Lynch.

Esta acusação surge depois de o Ministério da Justiça e a polícia da Suíça confirmarem a detenção, feita hoje, por acusações de corrupção, de seis dirigentes da FIFA, em Zurique, quando se encontravam num hotel na cidade.

As autoridades helvéticas indicaram que se prevê a sua extradição para os Estados Unidos, onde as autoridades de Nova Iorque os investigam por terem, alegadamente, aceitado subornos desde o início dos anos 1990.



  • "Há uma grande diferença em relação à anterior liderança do PSD"
    14:29

    País

    O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, esteve esta quarta-feira na Edição da Noite da SIC Notícias. As novas relações com o PSD e a reprogramação do Portugal 2020 foram alguns dos temas de conversa. Pedro Marques defende que existe "uma grande diferença" entre as lideranças de Passos Coelho e Rui Rio no PSD.

    Entrevista SIC Notícias

  • Dia de homenagens e muito futebol para Marcelo em São Tomé
    3:01

    País

    No segundo dia da visita de Estado a São Tomé e Príncipe, o Presidente da República prestou homenagem às vítimas do massacre de Batepá, em 1953. Marcelo Rebelo de Sousa não pediu desculpa pela história, mas lembrou que é preciso assumir as coisas menos boas do passado. O dia terminou com o Presidente a mostrar que ainda está em forma.

    Enviados SIC

  • Patinadora enfrenta "pesadelo" nos Olímpicos

    Desporto

    A patinadora Gabriella Papadakis enfrentou na segunda-feira um dos "piores pesadelos" da sua vida, durante a estreia nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul. Durante a apresentação, a parte de cima do vestido da francesa saiu do lugar e revelou parte do seu seio. Mas este não foi o único caso de incidentes com figurinos. Também a sul-coreana Yura Min quase ficou despida durante a sua apresentação.

    SIC

  • Casal mantinha filhos trancados sem comida

    Mundo

    Se pensava que só existia uma casa dos horrores, a da família Turpin, desengane-se. A polícia de Tucson, no estado norte-americano do Arizona, deteve na terça-feira um casal que mantinha os quatro filhos adotivos trancados em quartos separados.

    SIC

  • Pigcasso, a porca pintora que tem uma galeria de arte

    Mundo

    O nome sugere o talento da artista que vive na Cidade do Cabo, na África do Sul. Pigcasso estava prestes a morrer, quando foi resgatada por uma ativista que a ajudou a enveredar pelo caminho da pintura. Desde pequena começou a pegar em pincéis e agora é o primeiro animal do mundo com uma galeria de arte, onde já lançou a sua primeira exposição intitulada 'Oink!'.