sicnot

Perfil

Desporto

João Sousa na segunda ronda do Roland Garros

João Sousa qualificou-se para a segunda ronda de Roland Garros. 

© Brandon Malone / Reuters

O tenista português João Sousa qualificou-se para a segunda ronda de Roland Garros, segundo torneio do 'Grand Slam' da temporada, ao vencer o canadiano Vasek Pospisil, por 6-3, 7-6 (7-5), 6-1.

O número um português e 44.º do mundo precisou de 1:54 horas para afastar o canadiano, 53.º, alcançando pela segunda vez, em quatro tentativas, a segunda ronda na prova parisiense, na qual nunca alcançou a terceira eliminatória.

Três dias depois de ter perdido a final de Genebra -- a quarta da sua carreira --, frente ao brasileiro Thomaz Bellucci, João Sousa voltou a ser consistente no seu serviço, com oito ases e apenas três duplas-faltas, ganhando 83 por cento dos pontos no seu primeiro saque.

Frente ao canadiano, Sousa conseguiu concretizar sete dos 14 pontos de 'break' de que dispôs, concedendo apenas cinco oportunidades de quebra de serviço ao seu adversário, que materializou duas.

Apesar de ter menos oito 'winners' do que Pospisil (40 contra 32), João Sousa também cometeu muito menos erros não forçados, fazendo apenas 13 contra 45 do canadiano.

Na próxima ronda, Sousa vai encontrar o britânico Andy Murray, número três mundial, com quem perdeu nos cinco confrontos, nunca tendo sequer conquistado um 'set'.

Dois destes encontros aconteceram em provas do Grand Slam, ambas no Open da Autrália, a última das quais já este ano, com o britânico a vencer por 6-1, 6-1, 7-5 na terceira ronda.

Já depois deste encontro, os dois tenistas voltaram a encontrar-se, no torneio do Dubai, com novo triunfo de Murray, por 6-0, 6-2.



  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • Ronaldo não está preocupado com repercussões de eventual fuga fiscal
    1:30

    Football Leaks

    Cristiano Ronaldo diz que quem não deve não teme. O avançado português não se mostra preocupado com as notícias que revelam que o jogador não terá declarado os rendimentos da publicidade ao fisco espanhol. Fontes do Ministério das Finanças do país vizinho confirmaram ao jornal El Mundo que o português está a ser investigado há ano e meio.

  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.