sicnot

Perfil

Desporto

Sétima etapa da Volvo Ocean Race cumprida após chegada do SCA

A chegada a Lisboa do veleiro sueco SCA, com uma tripulação exclusivamente feminina, completou hoje a sétima etapa da Volvo Ocean Race (VOR), que continua a ser liderada pelo Abu Dhabi, dos Emirados Árabes Unidos.

© Brian Snyder / Reuters

Mais de quatro horas e 20 minutos depois de o veleiro holandês Brunel, do 'skipper' Bouwe Bekking, ter sido o primeiro a concluir as 2.800 milhas náuticas (5.185 quilómetros) desde Newport, nos Estados Unidos, a embarcação liderada por Sam Davies, concluiu a etapa.

Em Lisboa, um júri independente internacional vai julgar quatro casos ocorridos durante a sétima e antepenúltima etapa da maior regata de circum-navegação com escalas.

Dongfeng, Mapfre e SCA terão seguido um sentido contrário ao corredor de navegação, sendo que o veleiro sueco enfrenta ainda um protesto por ter navegado numa zona restrita.

O Brunel, que ocupa o terceiro lugar na regata, assegurou a segunda vitória em etapas na presente edição da VOR, ao chegar à doca de Pedrouços às 06:09 de hoje, após em nove dias, 11 horas, nove minutos e 49 segundos.

O espanhol Mapfre, comandado por Iker Martínez, foi segundo, a pouco mais de 20 minutos do vencedor, e o projeto turco-americano Alvimedica, do norte-americano Charlie Enright, terceiro a mais de hora e meia do vencedor, depois de ter ultrapassado perto da chegada o chinês Dongfeng, liderado pelo francês Charles Chaudrelier, sobre quem conseguiu uma vantagem de 55 segundos.

A frota da VOR vai permanecer até 07 de junho em Lisboa, onde vai disputar uma regata costeira no próximo dia 06, véspera da zarpar para a cidade francesa de Lorient, onde termina a oitava etapa, na qual já vai participar o dinamarquês Vestas (52), do australiano Chris Nicholson, que vai retomar a prova depois da reparação no barco danificado na segunda etapa.



Classificação da sétima etapa, entre Newport e Lisboa:


1. Brunel (Hol)09 dias, 11 horas, 09 minutos e 49 segundos.

2. Mapfre (Esp)09 dias, 11 horas, 31 minutos e 39 segundos.

3. Alvimedica (Tur/EUA)09 dias, 12 horas, 50 minutos e 49 segundos.

4. Dongfeng (Chn)09 dias, 12 horas, 51 minutos e 44 segundos.

5. Abu Dhabi (EAU)09 dias, 13 horas, 24 minutos e 34 segundos.

6. SCA (Sue)09 dias, 15 horas, 32 minutos e 38 segundos.

7. Vestas (Din) Não alinhou na etapa.



Classificação da VOR, após a sétima etapa:

1. Abu Dhabi (EAU)16 pontos.

2. Dongfeng (Chn)22.

3. Brunel (Hol)23.

4. Mapfre (Esp)26.

5. Alvimedica (Tur/EUA)27.

6. SCA (Sue)35.

7. Vestas (Din) 52.



Lusa

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.