sicnot

Perfil

Desporto

SAD do FC Porto com lucro de 553 mil euros no trimestre passado

A Futebol Clube do Porto SAD registou um lucro de 553 mil euros no trimestre, de 1 de janeiro a 31 de março, uma melhoria face aos 9,4 milhões negativos apresentados em igual período do exercício anterior.

De acordo com a SAD portista, o capital próprio consolidado atingiu os 55,1 milhões de euros em 31 de março, com a integração da EuroAntas e com o aumento de capital social da FC Porto - Futebol, SAD em 37,5 milhões de euros. (Arquivo)

De acordo com a SAD portista, o capital próprio consolidado atingiu os 55,1 milhões de euros em 31 de março, com a integração da EuroAntas e com o aumento de capital social da FC Porto - Futebol, SAD em 37,5 milhões de euros. (Arquivo)

PAULO DUARTE / AP

A comunicação da SAD do FC Porto à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) realça ainda a integração da EuroAntas, sociedade cuja principal atividade é a exploração do Estádio do Dragão, no perímetro de consolidação da FC Porto -- Futebol, SAD, considerando que esta tem um impacto "reduzido em termos de resultados, mas bastante significativo na situação patrimonial do grupo".

De acordo com a SAD portista, o capital próprio consolidado atingiu os 55,1 milhões de euros em 31 de março, com a integração da EuroAntas e com o aumento de capital social da FC Porto - Futebol, SAD em 37,5 milhões de euros, mediante a emissão de ações preferenciais sem voto. Na sequência daquele aumento do capital, que foi integralmente subscrito pelo Futebol Clube do Porto, o capital social da Sociedade ascende agora ao valor total de 112,5 milhões de euros.

A SAD do FC Porto realça ainda que os proveitos operacionais, excluindo passes dos jogadores, cresceram 4,1 milhões de euros face ao período homólogo, atingindo agora os 20 milhões, justificados com o incremento das receitas obtidas pela participação nas provas europeias.

Já os custos operacionais, excluindo custos com passes de jogadores, aumentaram 14%, equivalente a 3,5 milhões de euros, acompanhando o acréscimo dos custos com o plantel. A SAD salienta, no entanto, o facto de, no tereceiro trimestre deste exercício, terem sido registados os prémios associados à performance desportiva da equipa nas competições europeias, nas quais atingiu os quartos de final da Liga dos Campeões.

Os resultados com transações de passes de jogadores atingiram os 22,9 milhões de euros neste trimestre, o que representa um crescimento de 13,5 milhões de euros face ao período homólogo, justificando o FC Porto que o facto se deve principalmente à mais-valia obtida com a venda dos direitos desportivos do jogador brasileiro Danilo ao Real Madrid, por 31,5 milhões de euros.
Lusa
  • Paula Brito e Costa continua a trabalhar na Raríssimas

    País

    Depois de ter apresentado a demissão do cargo de presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa mantém-se a exercer funções na associação, apurou a SIC. Identifica-se agora como diretora-geral e já comunicou isso mesmo a alguns funcionários.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.