sicnot

Perfil

Desporto

Contador diz que luxação no ombro "não é problema" para o Tour

O ciclista espanhol Alberto Contador, que domingo venceu a Volta a Itália, garantiu hoje que a luxação no ombro não deverá ser problema para a participação no 'Tour', ao mesmo tempo que descarta uma ida à 'Vuelta'. 

© Juan Medina / Reuters

"Não me preocupa o ombro. Continuo com uma ligadura, para o ter protegido e me lembrar o problema que tive. Esta semana vou aproveitar para fazer uma ressonância e ver como está a situação, mas hoje não vejo (o ombro) como um incoveniente, mais problemático é recuperar da fadiga", disse o líder da Tinkoff-Saxo, ao ser recebido na sede da Comunidad de Madrid.

Contador vai preparar-se "ao máximo" para tentar ganhar a Volta a França e assim fazer a 'dobradinha' no ano. "Muita gente o considera quase impossível, mas isso serve-me de motivação. Vou tentá-lo e veremos se é possível ou não", disse ainda.

"Se tivesse de pensar também na Volta a Espanha, a minha cabela explodiria. Só tenho planeado o 'Giro' e o 'Tour'", garantiu. "Vou concentrar-me no 'Tour' e salvo acidente ou algo que não esteja bem no 'Tour', a Vuelta está descartada".

Relativamente ao 'Giro', reconheceu que foi uma vitória "complicada". "Quedas, uma luxação no ombro, avarias nos piores momentos e também dias maus, como o penúltimo, em Finisterre", recordou, falando também de uma equipa adversária "muito forte [Astana], que dificultou muito as coisas".










Lusa
  • Jovens adoptados e filha do líder da IURD com versões diferentes dos acontecimentos
    4:06

    País

    Os jovens adoptados e a filha do bispo Edir Macedo, que alegadamente os adoptou, têm versões diferentes sobre o que aconteceu. Vera e Luís Katz garantem que foram adoptados por uma família norte-americana, com que viveram até aos 20 anos. Viviane Freitas, filha do líder da Igreja Universal do Reino de Deus, conta que foi mãe das crianças durante três anos, apesar de lhe ter sido negada a adopção.

  • Cabecilha da seita Verdade Celestial é "mentiroso, egocêntrico e psicótico"
    2:22

    País

    O cabecilha da seita "Verdade Celestial" foi condenado a 23 anos de pena de prisão por abusos sexuais de crianças e adolescentes. O juiz diz que o cabecilha do grupo era mentiroso patológico, egocêntrico, impulsivo e com personalidade psicótica. Dos oito acusados, duas mulheres foram absolvidas e seis arguidos foram condenados a penas efectivas. A rede de abusadores foi desmantelada há dois anos, numa quinta de Palmela.

  • Mau tempo obriga ao cancelamento de centenas de voos na Europa
    1:21