sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Sp. Braga diz que "surpresas" são muitas vezes "fruto da incompetência"

António Salvador lamentou esta segunda-feira a derrota do Sporting de Braga na final da Taça de Portugal, considerando que o "futebol é fértil em surpresas", mas que estas são, "na maior parte das vezes, fruto da incompetência".

SIC

Numa mensagem publicada no sítio oficial do clube, o presidente 'arsenalista' frisou a "tremenda desilusão" provocada pelo desaire de domingo, tendo lembrado que, perto do final, o Braga tinha uma vantagem de 2-0 sobre o Sporting, que jogava com menos uma unidade desde os 15 minutos.

"Algumas horas após a final do Jamor, continuo a sentir uma enorme frustração pelo resultado. Sei que é uma mágoa que partilhamos, sobretudo pela noção de que estivemos muito perto de fazer história. Se durante toda a semana notei o empenho, a ambição e a união do grupo, o que elevou a minha convicção na vitória, mais crente estava na conquista quando, a escassos minutos do final, vencíamos justamente por dois golos", pode ler-se.

António Salvador reconhece "que o futebol é fértil em surpresas", mas notou: "também sei que na maior parte das vezes a surpresa é fruto da incompetência e admito que não fomos suficientemente competentes para guardar tudo o que tínhamos sabido construir".

Agradeceu aos sócios e adeptos do Sporting de Braga a "grande onda de apoio em torno da equipa", defendendo que "não mereciam tamanho castigo".

"Não desistam, porque eu também não vou desistir. É essa a marca que tem de distinguir este clube, independentemente dos dirigentes e dos profissionais que o sirvam. Acredito que são os momentos de tristeza como o que vivemos a reforçar a nossa determinação para construir o futuro", concluiu.

O Sporting venceu o Sporting de Braga no desempate por grandes penalidades (3-1), após o empate no final do tempo regulamentar e do prolongamento (2-2), conquistando a Taça de Portugal pela 16.ª vez na sua história. 
Lusa
  • "Não conseguimos matar o jogo"
    0:41

    Desporto

    O jogador do Sp. Braga Ruben Micael entende que faltou uma ponta de sorte à equipa na final do Jamor e que não houve excesso de confiança com os dois golos de vantagem. O médio bracarense deu os parabéns ao Sporting e lamentou o facto da equipa não ter conseguido resolver o jogo.

  • "Quando marcámos o segundo golo, sentimos que a Taça ia ser nossa"
    1:07

    Desporto

    No final da Taça de Portugal, o técnico do Sporting, Marco Silva, realçou os parabéns que recebeu de Bruno de Carvalho e revelou a mensagem que deu aos jogadores ao intervalo quando a equipa já perdia por 2-0 e jogava com menos um. Já o treinador do Sp. Braga, Sérgio Conceição, lamentou as duas distrações defensivas nos lances dos golos e afirmou que o balneário estava triste com o desfecho da final.

  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47