sicnot

Perfil

Desporto

Presidente da FIFA demite-se

ÚLTIMA HORA

O suíço Joseph Blatter colocou esta terça-feira o cargo de presidente da FIFA à disposição, na sequência do escândalo de corrupção que abala o organismo máximo do futebol, e anunciou a marcação de um congresso extraordinário para eleição de um sucessor.

© Ruben Sprich / Reuters

Blatter admitiu, em conferência de imprensa, que, neste momento, sente falta de apoio para exercer o seu mandato. O Congresso Extraordinário deverá realizar-se entre dezembro deste ano e março de 2016.

O pedido de demissão do presidente da FIFA surge um dia depois de ter sido tornado publico que o secretário-geral da FIFA, Jérôme Valcke, fez transferências bancárias no valor de 10 milhões de dólares para contas de Jack Warner, que está ligado ao caso de corrupção do organismo que rege o futebol mundial, segundo avança o New York Times.

O jornal norte-americano revela que Valcke, braço direito do presidente da FIFA, fez essas transferências em 2008 e são parte importante no processo de corrupção que afeta o organismo que gere o futebol mundial.

Este suborno terá sido utilizado para ajudar a África do Sul a ganhar a organização do Mundial de 2010.

Blatter, de 79 anos, ocupava o cargo desde 1998 e já disse que não se recandidata.
  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".