sicnot

Perfil

Desporto

Dias da Cunha questiona sanidade de Bruno de Carvalho

Dias da Cunha questiona sanidade de Bruno de Carvalho

O ex-presidente do Sporting Dias da Cunha critica a troca de Marco Silva por Jorge Jesus. O antigo dirigente questiona ainda a sanidade de Bruno de Carvalho e a origem do dinheiro para pagar a Jesus. O empresário angolano Álvaro Sobrinho, acionista de referência do Sporting, terá estado envolvido no processo de financiamento da contratação. Além da participação de investidores angolanos, também investidores da Guiné Equatorial estarão envolvidos.

  • Jesus com carta branca no Sporting
    2:09

    Desporto

    Jorge Jesus será treinador do Sporting durante as próximas três épocas. Os detalhes foram já acertados, falta apenas assinar o contrato. Recebe à cabeça 5 milhões de euros, o técnico deixa o Benfica e ruma a Alvalade por 6 milhões de euros por ano. A SIC sabe que terá carta branca total e que a decisão foi acima de tudo sentimental.

  • Marco Silva reunido com direção do Sporting

    Desporto

    Decorre desde cerca das 15:00 uma reunião entre o Sporting e Marco Silva. O treinador foi chamado de emergência hoje pela administração da SAD do Sporting e estará neste momento a saber do seu futuro, depois da notícia da contratação de Jorge Jesus como novo técnico para Alvalade. Em causa estará uma indemnização que ronda os 2,2 milhões de euros.

  • "Vai ser uma batalha forte e dura"
    2:51
  • A tática dos 3 Rs de Carlos Queiroz
    1:58
  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02