sicnot

Perfil

Desporto

Berlusconi negoceia com empresário asiático venda de 48 por cento do AC Milan

O proprietário do AC Milan, Sílvio Berlusconi, assinou hoje com o empresário Bee Taechaubol um acordo de exclusividade válido por oito semanas para negociar a venda do gigante do futebol italiano, que vive momentos de dificuldades.

© Stefano Rellandini / Reuters

"Durante este período, Sílvio Berlusconi, que manterá o cargo de presidente, e Taechaubol irão trabalhar juntos para construir um grande e ambicioso projeto económico e desportivo para fazer regressar o AC Milan ao mais alto nível do futebol italiano e internacional", referiram ambos num comunicado conjunto.

No mesmo comunicado faz-se saber que Berlusconi ficará com uma percentagem de 52 por cento do clube, enquanto Bee, diretor executivo de um grupo privado do sudeste asiático, deterá 48 por cento. 

A imprensa italiana dá conta de que o empresário asiático concordou em desembolsar 480 milhões de euros para alcançar o acordo.  

"Este compromisso é uma coisa boa para o AC Milan. Bee tem a capacidade para projetar a marca AC Milan nos mercados asiáticos. Esperemos ir em frente com este acordo para fazer do AC Milan um clube de topo novamente", disse Berlusconi. 










Lusa
  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".