sicnot

Perfil

Desporto

Dias da Cunha considera despedimento de Marco Silva "vergonhoso"

Dias da Cunha considera despedimento de Marco Silva "vergonhoso"

Dias da Cunha, antigo presidente do Sporting, acusa Bruno de Carvalho de ter motivações pessoais para a contratação de Jorge Jesus e considera o despedimento de Marco Silva "vergonhoso."

  • Bruno de Carvalho não esteve presente na reunião com Marco Silva
    2:34

    Desporto

    O Sporting rescindiu esta quinta-feira contrato com Marco Silva, para contratar Jorge Jesus. Ainda a direção da SAD estava reunida com o técnico e o clube já enviava à CMVM e aos órgãos de comunicação social um comunicado, a dar conta da decisão de despedir o técnico, que tinha mais três anos de contrato. Bruno de Carvalho não esteve presente no encontro.

  • "Jorge Jesus não procedeu bem do ponto de vista ético"
    3:57

    Opinião

    António Ribeiro Cristóvão considera que Jorge Jesus não agiu da forma mais correta do ponto de vista ético, ao assinar um acordo com o Sporting quando o clube de Alvalade ainda tinha treinador. Em entrevista no Jornal da Noite, o comentador da SIC referiu ainda que há neste momento três nomes mais prováveis para futuro treinador do Benfica: Marco Silva, Rui Vitória e Paulo Bento.

  • Marco Silva usou fato de treino e não o fato oficial
    3:16

    Desporto

    Marco Silva foi despedido com justa causa do Sporting porque não usou o fato oficial do clube, num jogo para a Taça em finais do ano passado. É um dos vários argumentos para rescindir o contrato. No jogo em causa, frente ao Vizela, em dezembro do ano passado, o treinador envergou fato de treino com o símbolo do clube. Marco Silva tinha assinado um compromisso por mais três épocas e não estará disposto a abdicar dos mais de dois milhões de euros que entende que lhe são devidos.

  • "Sou sportinguista e isto custa-me um bocadinho"
    8:05

    Opinião

    O advogado Luís Filipe de Carvalho considera que as razões apontadas pelo Sporting para rescindir com Marco Silva não são suficientemente fortes. O técnico continua a ser treinador do Sporting até o processo estar concluído. Por isso, "não deveria assinar agora por outro clube". António Ribeiro Cristóvão diz que toda esta situação é "incrível".

  • Nunca mais
    9:16