sicnot

Perfil

Desporto

Serena Williams conquista Roland Garros pela terceira vez

A norte-americana Serena Williams, número um do ténis mundial, venceu este sábado pela terceira vez Roland Garros, segundo torneio do 'Grand Slam', ao derrotar a checa Lucie Safarova, por 6-3, 6-7 (2-7), 6-2, na final.

Serena Williams já tinha vencido na terra batida de Paris em 2002 e 2013 e conquistou o seu 20º torneio do 'Grand Slam', ficando a dois do recorde da 'era open' da alemã Steffi Graf e a quatro da recordista global, a australiana Margaret Court.

Serena Williams já tinha vencido na terra batida de Paris em 2002 e 2013 e conquistou o seu 20º torneio do 'Grand Slam', ficando a dois do recorde da 'era open' da alemã Steffi Graf e a quatro da recordista global, a australiana Margaret Court.

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

Apesar de ter tido alguns problemas de saúde nos últimos dias, a norte-americana ultrapassou a checa, 13ª cabeça de série e que chegava pela primeira vez a uma final de um 'major', em duas horas e um minuto.

Serena Williams já tinha vencido na terra batida de Paris em 2002 e 2013 e conquistou o seu 20º torneio do 'Grand Slam', ficando a dois do recorde da 'era open' da alemã Steffi Graf e a quatro da recordista global, a australiana Margaret Court.
Lusa
  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.