sicnot

Perfil

Desporto

Helton renova com o FC Porto por mais duas temporadas

O guarda-redes brasileiro Helton renovou por mais duas temporadas com o FC Porto, até 2017, anunciou hoje o clube da I Liga portuguesa de futebol na sua página oficial na internet.

(Reuters)

(Reuters)

© Alexander Demianchuk / Reuters

Um dos capitães dos 'azuis e brancos', de 37 anos, chegou ao clube portuense em 2005/06, ficará 12 anos no FC Porto caso cumpra o novo contrato até ao fim.

"Não quero parar por aqui e em momento algum queria terminar a minha carreira dessa forma. Não negociei, conversei e acertei alguns pontos que pudessem favorecer ambas as partes. Vou continuar o trabalho. Em momento algum pensei que estivesse de saída, mas tive de aguardar a posição do clube. Quando me chamaram para conversar não foi complicado", disse o guarda-redes, em declarações ao site oficial do clube.

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, considerou Helton "o jogador mais influente nos grandes sucessos do FC Porto".

"Tem um passado de glória, mas não se trata de um prémio pelo passado, porque em relação a isso já recebeu prémios e distinções merecidas. Renovou pelo grande carácter que tem e por aquilo que esperamos dele, com aval total do treinador", afirmou o líder portista. 

Pinto da Costa disse que não tem "dúvida nenhuma em afirmar que, no cômputo destes dez anos, o Helton foi o jogador mais influente nos grandes sucessos do FC Porto". 

"Recordávamos agora momentos importantíssimos: de Dublin toda a gente fala, mas a defesa mais importante foi a um livre do Cardozo, já perto do final do jogo, quando estava 1-1. Os jogadores do Benfica chegaram a festejar, a barreira tapou-lhe a visibilidade mas ele foi lá buscar a bola", lembrou.








Lusa
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • Os momentos que marcaram o 6.º dia de Mundial
    0:58
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11

    Mundo

    A nova política de imigração de Donald Trump está a suscitar reações indignadas. Na fronteira com o México, as crianças refugiadas estão a ser retiradas à força aos pais e levadas para centros de acolhimento. Esta terça-feira, foi divulgado um registo áudio de uma criança a suplicar pelos pais a um dos agentes da polícia fronteiriça.

  • Protecionismo de Trump abala Wall Street

    Economia

    Abalada pela exacerbação das disputas comerciais entre os EUA e a China, a bolsa nova-iorquina encerrou esta terça-feira em baixa, com o seletivo Dow Jones a fechar em queda pela sexta sessão consecutiva.