sicnot

Perfil

Desporto

Belenenses anuncia Ricardo Sá Pinto como novo treinador

A SAD do Belenenses anunciou hoje Ricardo Sá Pinto como novo treinador da equipa que disputa a I Liga portuguesa de futebol, com o qual assinou um contrato válido para as próximas duas temporadas.

"Queremos iniciar a I Liga com uma vitória, mas sabemos que será um jogo muito difícil, contra um adversário que manteve o treinador, que tem jogadores experientes, com reforços fortes, como o Heldon. Prevejo um jogo muito equilibrado", afirmou Ricardo Sá Pinto. (Arquivo)

"Queremos iniciar a I Liga com uma vitória, mas sabemos que será um jogo muito difícil, contra um adversário que manteve o treinador, que tem jogadores experientes, com reforços fortes, como o Heldon. Prevejo um jogo muito equilibrado", afirmou Ricardo Sá Pinto. (Arquivo)

© Laszlo Balogh / Reuters

Segundo o comunicado divulgado na página da SAD na rede social Facebook, o ex-futebolista visitou hoje o Estádio do Restelo, acompanhado pela sua equipa técnica, e confessou ser "uma honra" treinar um "grande clube".

"A Belenenses Futebol SAD deseja as melhores felicidades a Ricardo Sá Pinto, com a certeza de que fará um ótimo trabalho, bem como certamente dará a melhor continuidade ao crescimento deste projeto vencedor", pode ler-se na mesma nota.

Por outro lado, a SAD informa que a apresentação oficial do novo treinador "será comunicada em breve".

Sá Pinto, que estava sem clube desde o início de fevereiro, após abandonar os gregos do Atromitos, sucede a Jorge Simão no comando técnico dos 'azuis', que terminaram no sexto lugar da I Liga e asseguraram o apuramento para a pré-eliminatória da Liga Europa.

O antigo internacional português, que enquanto futebolista se notabilizou ao serviço do Sporting, iniciou a carreira de treinador principal em 2012, precisamente ao serviço dos 'leões', tendo orientado posteriormente o Estrela Vermelha, da Sérvia, o OFI Creta e o Atromitos, ambos da Grécia.








Lusa
  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • 950 militares cercam a Rocinha, no Rio de Janeiro
    2:36
  • Franceses em protesto contra reformas de Macron
    1:04
  • Tony Carreira em Paris com sala cheia
    2:36

    Cultura

    O cantor Tony Carreira actuou ontem em Paris e teve sala cheia a aplaudir os temas que o tornaram conhecido há quase 30 anos. As recentes acusações de plágio não parecem afectar a popularidade do artista, que vai continuar em tournée. A Sic acompanhou o artista neste concerto.