sicnot

Perfil

Desporto

Portugal campeão na Europa

Treinadores e jogadores portugueses foram campeões em 10 dos 52 campeonatos de futebol espalhados pela Europa na época 2014/15, excluindo o português, o que equivale a 19,2 por cento.

Tim Ireland

Começando pelos treinadores, foram quatro os campeões: José Mourinho em Inglaterra, com o Chelsea, Vítor Pereira na Grécia, ao comando do Olimpicos, Paulo Sousa na Suíça, com o Basileia, e André Villas-Boas na Rússia, ao serviço do Zenit.

José Mourinho venceu a 'Premier League' pela terceira vez e também conquistou a Taça da Liga inglesa, vendo reconhecidos os seus méritos com a eleição de Treinador do Ano em Inglaterra.

Por seu lado, e chegado ao clube do Pireu apenas em janeiro, Vítor Pereira, bicampeão pelo FC Porto, levou o Oympiacos à conquista da 'dobradinha' na Grécia, vencendo também a Taça.

Paulo Sousa também foi campeão no primeiro ano em Basileia e só não imitou o Vítor Pereira porque, na final da Taça helvética, outro português brilhou: Carlitos fez duas assistências e um golo na vitória do Sion.

No que respeita aos jogadores, destaque para o contingente luso no Dínamo de Zagreb, na Croácia. A Eduardo, Ivo Pinto e Gonçalo Santos juntou-se, no início da época, Paulo Machado, que marcou a grande penalidade que selou a 'dobradinha'.

Quanto ao Chipre, outro importante contingente português - Mário Sérgio, Nuno Morais e Tiago Gomes - recuperou o título para o APOEL de Nicósia.

Na Ucrânia, o domínio de cinco épocas do Shakhtar Donetsk terminou com o Dínamo de Kiev a recuperar o troféu que lhe fugia desde 2008/09, na época em que Antunes se reuniu a Miguel Veloso.

Na Bulgária, Fábio Espinho, que se transferiu do Moreirense em julho de 2013, somou o segundo título pelo Ludogorets, enquanto Vitinha, que só disputou três jogos, soma o quarto em outras tantas temporadas.

Na liga turca, dois clubes de Istambul discutiram quase até à última jornada o título (Galatarasay e Fenerbahçe), acabando o primeiro, em que alinha Bruma, por prevalecer sobre o segundo, no qual atuam Bruno Alves e Raul Meireles.

Noutro patamar, a época do Wolfsburgo não terminaria sem um título, perdida que foi a luta com o Bayern na 'Bundesliga', com a Vieirinha a erguer a Taça da Alemanha no ano em que foi eleito o melhor lateral direito da prova.

Em Espanha, o FC Barcelona foi campeão com guarda de honra portuguesa, já que até ao quinto lugar (Real Madrid, Atlético de Madrid, Valência e Sevilha) havia jogadores portugueses. Cristiano Ronaldo ainda venceu o troféu 'pichichi' para o melhor marcador da Liga espanhola e arrecadou a quarta 'Bota de Ouro'.

Nuno Espírito Santo, mercê do trabalho ao serviço do Valência na sua primeira época no Mestalla, foi eleito pela UEFA treinador revelação do ano. 

Nas competições internacionais, Portugal foi o único país representado simultaneamente nas duas equipas que disputaram a final da Liga Europa, com Daniel Carriço, do Sevilha, a bater Bruno Gama, do Dnipro. Na formação espanhola, não atuaram Beto e Diogo Figueiras.

Logo no início da época, em agosto, Pepe, Fábio Coentrão e Cristiano Ronaldo, que 'bisou', bateram o trio luso do Sevilha na final da Supertaça Europeia (2-0) e, em dezembro, arrebataram o Mundial de clubes, com um 2-0 ao San Lorenzo na final.


Lista de futebolistas e treinadores portugueses que foram campeões em vários campeonatos europeus na época 2014/15:

Bulgária: Ludogorets (Vitinha e Fábio Espinho).

Chipre: APOEL Nicósia (Mário Sérgio, Tiago Gomes, Nuno Morais).

Croácia: Dínamo Zagreb (Eduardo, Ivo Pinto, Gonçalo Santos, Paulo Machado).

Grécia: Olympiacos (Vítor Pereira - treinador).

Hungria: Videoton (Marco Caneira e Filipe Oliveira).

Inglaterra: Chelsea (José Mourinho - treinador).

Rússia: Zenit (André Villas-Boas - trinador, Luís Neto e Danny).

Suíça: Basileia (Paulo Sousa - treinador).

Turquia: Galatasaray (Bruma).

Ucrânia: Dínamo de Kiev (Antunes e Miguel Veloso).

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.