sicnot

Perfil

Desporto

Veleiro SCA vence etapa da Volvo Ocean Race e faz história

O veleiro sueco SCA tornou-se hoje na primeira embarcação com tripulação exclusivamente feminina a vencer uma etapa da Volvo Ocean Race (VOR), prova que hoje chegou a Lorient, França, depois de ter partido domingo de Lisboa.

TIAGO PETINGA/LUSA

O SCA, da 'skipper' britânica Samantha Davies, cruzou a linha de chegada às 03:11 de hoje, depois de ter percorrido 647 milhas náuticas entre Lisboa e Lorient.

Depois do veleiro sueco, que gastou três dias, treze horas e onze minutos para ligar Lisboa a Lorient, terminou o Abu Dhabi, líder da classificação e provável vencedor da 12.ª edição da VOR, que termina a 22 de junho em Gotemburgo.

Atrás do Abu Dhabi, dirigido pelo 'skipper' britânico Ian Walker, segue na classificação geral o Brunel, mas com uma distância pontual bastante difícil de recuperar.

A terceira posição é ocupada pelo barco chinês Dongfeng, último na tirada que hoje terminou em França, seguido do Mapfre e do Alvimédica, quarto e quinto da geral, respetivamente.

O SCA, que liderou sempre a oitava etapa da prova, mantém-se no sexto posto da classificação geral, apenas à frente do Vestas, que voltou à competição em Lisboa depois de ter falhado cinco etapas devido a um acidente da segunda tirada.

A frota terá agora uma curta paragem em França, de onde partirá segunda-feira para Gotemburgo, para a derradeira etapa, com uma paragem técnica em Haia, na Holanda.


Lusa
  • Caixa multibanco assaltada em Portugal a cada dois dias
    2:43

    País

    O semanário Expresso conta que a mulher que morreu vítima de um disparo de agentes da PSP foi atingida pelas costas. O caso está a ser investigado pela PJ, que procura encaixar as peças da noite que acabou com uma morte inocente mas que começou com uma perseguição a um grupo de assaltantes de um multibanco. Assaltos que são cada vez mais comuns e que preocupam o Governo. A cada dois dias, uma caixa é assaltada.

  • Metro de Lisboa vai reduzir consumo de água

    País

    O Metro de Lisboa colocou em prática um programa para reduzir o consumo de água devido à situação de seca em Portugal, respondendo assim ao apelo do Ministério do Ambiente, segundo um comunicado divulgado este sábado.