sicnot

Perfil

Desporto

Veleiro SCA vence etapa da Volvo Ocean Race e faz história

O veleiro sueco SCA tornou-se hoje na primeira embarcação com tripulação exclusivamente feminina a vencer uma etapa da Volvo Ocean Race (VOR), prova que hoje chegou a Lorient, França, depois de ter partido domingo de Lisboa.

TIAGO PETINGA/LUSA

O SCA, da 'skipper' britânica Samantha Davies, cruzou a linha de chegada às 03:11 de hoje, depois de ter percorrido 647 milhas náuticas entre Lisboa e Lorient.

Depois do veleiro sueco, que gastou três dias, treze horas e onze minutos para ligar Lisboa a Lorient, terminou o Abu Dhabi, líder da classificação e provável vencedor da 12.ª edição da VOR, que termina a 22 de junho em Gotemburgo.

Atrás do Abu Dhabi, dirigido pelo 'skipper' britânico Ian Walker, segue na classificação geral o Brunel, mas com uma distância pontual bastante difícil de recuperar.

A terceira posição é ocupada pelo barco chinês Dongfeng, último na tirada que hoje terminou em França, seguido do Mapfre e do Alvimédica, quarto e quinto da geral, respetivamente.

O SCA, que liderou sempre a oitava etapa da prova, mantém-se no sexto posto da classificação geral, apenas à frente do Vestas, que voltou à competição em Lisboa depois de ter falhado cinco etapas devido a um acidente da segunda tirada.

A frota terá agora uma curta paragem em França, de onde partirá segunda-feira para Gotemburgo, para a derradeira etapa, com uma paragem técnica em Haia, na Holanda.


Lusa
  • O último adeus às vítimas da tragédia de Vila Nova da Rainha
    1:37

    País

    As cerimónias fúnebres das oito vítimas mortais do incêndio na Associação de Vila Nova da Rainha realizaram-se esta terça-feira. Três delas ocorreram em simultâneo na povoação do concelho de Tondela que, no passado sábado, viu a tragédia bater-lhe à porta.

  • Fóssil humano mais antigo encontrado em Portugal entregue ao Museu de Arqueologia
    3:42

    País

    O mais antigo fóssil humano até hoje encontrado em Portugal, o "Crânio da Aroeira", foi entregue no Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa. Em 2014, o fóssil foi encontrado pela equipa do arqueólogo João Zilhão perto de Torres Novas e foi restaurado e estudado na Universidade Complutense de Madrid, durante dois anos e meio.

  • De "lambe rabos" a "labrego", a polémica entre Rodolfo Reis e Bruno de Carvalho
    1:30
  • O Futuro Hoje na maior feira eletrónica de consumo do mundo
    5:14