sicnot

Perfil

Desporto

Benfica anuncia venda de direitos federativos de Rodrigo ao Valência

O Benfica comunicou hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) a venda dos direitos federativos do futebolista Rodrigo aos espanhóis do Valência, clube treinado pelo português Nuno Espírito Santo, por 30 milhões de euros.

© Vincent West / Reuters

Em janeiro, o Benfica tinha acordado com a sociedade Meriton Capital Limited a alienação de 100% dos direitos económicos de Rodrigo por 30 ME. 

No comunicado enviado hoje à CMVM, a SAD do Benfica refere que a totalidade do valor obtido na alienação será transferida a favor da sociedade Meriton.

Na sua página oficial, o clube espanhol explica que Rodrigo Moreno, que na época passada alinhou no Valência por empréstimo do Benfica, assinou contrato válido por quatro temporadas.

"Depois de um ano no Valência estou muito feliz e com vontade de ser melhor cada dia que passa. Agora é preciso conseguirmos chegar à fase de grupos da Liga dos Campeões. Tive a sorte de jogar essa competição com o Benfica e quero agora fazê-lo com o Valência", disse.

O avançado internacional espanhol, que na época passada disputou 31 jogos pelo Valência, disse estar convicto de que "com muito trabalho e com o apoio dos adeptos a equipa vai chegar longe".



Lusa
  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Cenário mais estável no Sardoal
    0:55

    País

    O presidente da Câmara do Sardoal, Miguel Borges, disse esta manhã que a situação está mais calma. No entanto, o autarca pede que não se desmobilizem os meios porque a situação pode mudar de forma imprevisivel. Miguel Borges alertou ainda para o cansaço dos bombeiros e agentes da Proteção Civil.

  • Detida no Brasil portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos
    3:04

    Mundo

    A Polícia do Rio de Janeiro deteve uma portuguesa acusada de várias burlas nos últimos 20 anos. Ana Resende fazia-se passar por funcionária do consulado e prometia vistos e outros documentos para tirar dinheiro das vítimas. Esta é a terceira vez que a polícia brasileira detém a portuguesa por acusações de burla.