sicnot

Perfil

Desporto

FIFA desiludida com fim da parceria com o Centro do Nobel da Paz

A FIFA manifestou-se hoje desiludida com o anúncio do Centro do Nobel da Paz do fim da parceria Aperto de Mão para a Paz, em consequência do escândalo de corrupção que atingiu o organismo que rege o futebol mundial.

© Mariana Bazo / Reuters

Em comunicado, a FIFA adianta que o presidente demissionário Joseph Blatter manteve hoje uma conversa telefónica com o diretor-executivo do Centro Nobel da Paz, Bente Erichsen, que disse "continuar a acreditar na iniciativa e a esperar que ela continue a ter lugar no futebol".

"A FIFA está relutante em aceitar esta iniciativa unilateral relativamente à parceira entre a comunidade do futebol e o Centro Nobel da Paz. Esta ação não incorpora o espírito de fair-play, na medida em que cria obstáculos à promoção de valores-chave da paz e antidescriminação", indica a nota.

O organismo internacional de futebol assinalou que a iniciativa Aperto de Mão para a Paz vai continuar a fazer parte do protocolo do Mundial de sub-20 e do Mundial feminino, que estão a decorrer na Nova Zelândia e no Canadá, respetivamente.

A 27 de maio, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos indiciou nove dirigentes ou ex-dirigentes e cinco parceiros da FIFA, acusando-os de associação criminosa e corrupção nos últimos 24 anos, num caso em que estarão em causa subornos no valor de 151 milhões de dólares (quase 140 milhões de euros).

A acusação surgiu depois de o Ministério da Justiça e a polícia da Suíça terem detido sete membros da FIFA, num hotel de Zurique.

Dois dias depois, Joseph Blatter foi reeleito para um quinto mandato à frente do organismo, mas acabou por se demitir, na sequência do escândalo.











Lusa
  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.