sicnot

Perfil

Desporto

Teerão limita número de mulheres que pode assistir ao Irão-EUA em voleibol

Um número limitado de mulheres poderá assistir aos jogos da Liga Mundial de voleibol entre o Irão e os Estados Unidos, na sexta-feira em Teerão, anunciou hoje um responsável do ministério iraniano dos desportos.

Reza Hassanikhou, do departamento de segurança do ministério iraniano dos desportos,anunciou que um número limitado de mulheres pode assistir ao Irão-EUA em voleibol em Teerão

Reza Hassanikhou, do departamento de segurança do ministério iraniano dos desportos,anunciou que um número limitado de mulheres pode assistir ao Irão-EUA em voleibol em Teerão

Ebrahim Noroozi

"A autorização foi dada à Federação de Voleibol, para que possa preparar a presença de mulheres com bilhetes especiais, com prioridade para responsáveis executivos, membros da família do voleibol e adeptas da equipa visitante", salientou Reza Hassanikhou, do departamento de segurança do ministério.

O mesmo responsável alertou ainda que "quaisquer manifestações, a favor ou contra [a presença de mulheres] serão ilegais", em resposta à intenção por parte de grupos conservadores em manifestarem-se antes dos jogos.

A presença de mulheres em desportos masculinos é uma questão muito sensível na sociedade iraniana e que tem motivado várias discussões entre conservadores e reformadores.

O acesso a estádios está interdito a mulheres desde a revolução islâmica em 1979, oficialmente para as proteger dos adeptos masculinos, mas o presidente Hassan Rohani pretende atenuar a restrição em modalidades como o voleibol ou o basquetebol.


  • Marcelo e Costa unidos contra contagem do tempo integral de serviço
    2:45

    País

    Em menos de 24 horas, o Presidente da República e o primeiro-ministro deram publicamente sinais de que estão unidos contra a contagem de todo o tempo de serviço de professores e outros agentes do Estado para efeitos salariais. Marcelo Rebelo de Sousa e António Costa disseram que essa possibilidade é uma ilusão e que o país não tem condições para voltar aos níveis anteriores à crise.

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Paris inaugura primeiro restaurante naturista

    Mundo

    Para entrar, é preciso retirar a roupa e apenas as mulheres podem permanecer calçadas. O primeiro restaurante naturista de Paris abriu em novembro para responder a uma necessidade em França, principal destino do mundo para os praticantes de nudismo.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.