sicnot

Perfil

Desporto

UE reforça cooperação contra "hooligans" a pensar no Euro2016 e 2020

Especialistas de sete estados-membros da União Europeia (UE), entre os quais Portugal, acordaram esta quinta-feira, em Haia, no reforço da cooperação para prevenir, investigar e julgar crimes cometidos por 'hooligans' em grandes eventos desportivos, nomeadamente em Europeus de futebol.

O Europeu2020 terá lugar em 13 cidades em todo o continente (Munique, Dublin, Londres, Glasgow, Baku, Copenhaga, Budapeste, São Petersburgo, Roma, Amesterdão, Bucareste, Bruxelas e Bilbao), pelo que o bom funcionamento da cooperação judiciária em matéria penal será mais importante do que nunca. (Arquivo)

O Europeu2020 terá lugar em 13 cidades em todo o continente (Munique, Dublin, Londres, Glasgow, Baku, Copenhaga, Budapeste, São Petersburgo, Roma, Amesterdão, Bucareste, Bruxelas e Bilbao), pelo que o bom funcionamento da cooperação judiciária em matéria penal será mais importante do que nunca. (Arquivo)

© Amr Dalsh / Reuters

O encontro, proposto pelo Eurojust e que incluiu ainda especialistas da Holanda, Suécia, Bélgica, Áustria, Reino Unido e França, teve como finalidade ajudar os estados-membros na organização do Campeonato da Europa em 2016 e 2020, e para desenvolver as melhores práticas sobre a forma de gerir os fãs de futebol que cometem crime além-fronteiras. 

O Europeu2020 terá lugar em 13 cidades em todo o continente (Munique, Dublin, Londres, Glasgow, Baku, Copenhaga, Budapeste, São Petersburgo, Roma, Amesterdão, Bucareste, Bruxelas e Bilbao), pelo que o bom funcionamento da cooperação judiciária em matéria penal será mais importante do que nunca.

A Eurojust é um organismo da União Europeia que ajuda investigadores e delegados dos ministérios públicos em toda a UE a trabalhar em conjunto na luta contra a criminalidade transfronteiras.

Os participantes discutiram os principais desafios judiciais no que respeita em trazer à justiça os que cometem delitos durante grandes torneios e que obriga à articulação entre os vários países de origem dos perpetradores onde o crime foi cometido.
Lusa
  • País

    A justiça Britânica voltou a adiar o cumprimento de um mandado de detenção internacional emitido por Portugal em nome de Garry Mann, o adepto inglês, condenado a 2 anos de prisão por distúrbios causados em Albufeira, durante o Euro 2004. Apesar do tribunal europeu dos direitos do homem ter dito que não havia forma de travar a extradição, uma instância superior em Londres decidiu conceder ao arguido mais uma audiência.

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44