sicnot

Perfil

Desporto

Bruno de Carvalho ausente do Conselho de Presidentes da Liga de clubes

O presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, esteve hoje ausente da reunião do Conselho de Presidentes da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), em Santa Maria da Feira. 

Essa reunião magna vai servir para a apreciação, discussão e votação de propostas de alteração ao regulamento das competições, disciplinar e de arbitragem da LPFP

Essa reunião magna vai servir para a apreciação, discussão e votação de propostas de alteração ao regulamento das competições, disciplinar e de arbitragem da LPFP

SIC

Apesar da ausência do presidente, o clube de Alvalade fez-se representar no encontro por Bruno Mascarenhas, elemento da direção do Sporting. 

Ao invés, Benfica e FC Porto fizeram-se representar ao mais alto nível, com a presença dos presidentes Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa. 

Sem qualquer representação nesta reunião estão Paços Ferreira, Marítimo, Nacional, Braga Vitória de Setúbal e Penafiel, da I Liga, e Desportivo de Chaves, Portimonense, Beira-Mar e Trofense, da II Liga. 

Como convidados neste encontro estão os dirigentes de Famalicão, Varzim e Mafra, emblemas que ascenderam esta temporada aos escalões profissionais. 

A reunião do Conselho de Presidentes da LPFP não tem agenda pública, sendo que esta sessão deverá servir de preparação para a Assembleia Geral do organismo, que se realiza esta tarde.  

Essa reunião magna vai servir para a apreciação, discussão e votação de propostas de alteração ao regulamento das competições, disciplinar e de arbitragem da LPFP. 

 

Lusa 

  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Hospitais já registam picos de afluência apesar de casos de gripe serem ainda poucos
    2:13

    País

    A gripe ainda não chegou em força, mas nos últimos dias foram vários os hospitais com grande afluências de doentes, sobretudo idosos e com infeções respiratórias. Em alguns dias desta semana o número de doentes disparou para mais de 600, como disse à SIC o presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.