sicnot

Perfil

Desporto

Magnata russo disponibiliza cinco milhões de euros para pagar a Fabio Capelo

O multimilionário russo Alisher Usmánov entregou 300 milhões de rublos (cerca de cinco milhões de euros) à União de Futebol Russa (UFR) para pagamento de salários em atraso ao selecionador russo, o italiano Fabio Capello.

PAUL WHITE

O empresário, membro do conselho patrocinador do comité organizador do Mundial da Rússia de 2018, já tinha disponibilizado em fevereiro seis milhões de dólares (5,3 milhões de euros) para o mesmo fim.

Na semana passada, o ministro dos Desportos da Rússia afirmou que já foram tomadas "algumas decisões" sobre o treinador italiano Fabio Capello, adiantando que o futuro do selecionador será determinado até ao fim do mês.

"Não é nenhum segredo que já tomámos algumas decisões. Todas as questões relativas ao comando técnico da seleção nacional estarão decididas até ao fim do mês", disse Vitaly Mutko, citado pela agência noticiosa russa ITAR-TASS.

Capello, um dos técnicos mais bem pagos do futebol mundial, ficou em posição delicada na sequência dos maus resultados da seleção da Rússia -- que vai organizar o Mundial de 2018 -- na fase de qualificação para a fase final do Europeu de 2016, que se vai realizar na França.

A derrota sofrida por 1-0 no domingo na receção à Áustria deixou a seleção russa no terceiro lugar do grupo G, a oito pontos dos austríacos e a quatro da Suécia, agravando ainda mais a situação do treinador italiano.


Lusa
  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.