sicnot

Perfil

Desporto

Raquel Pereira e Gabriel Lopes em finais nos Jogos Europeus

A nadadora Raquel Pereira apurou-se hoje para a final dos 200 metros bruços dos I Jogos Europeus, com o oitavo registo nas meias-finais, que decorrem em Baku. Gabriel Lopes apurou-se hoje para a final dos 200 metros estilos.

© Kai Pfaffenbach / Reuters

Com 2.34,64 minutos,  Raquel Pereira baixou quase um segundo à marca das eliminatórias (2.35,51) e assim foi a última a entrar na final, que se realiza quinta-feira, às 14:18 (horas de Lisboa).

Raquel Pereira já tinha ficado na terça-feira muito perto das 'meias-finais dos 50 metros bruços, na altura com o registo de 33,52 segundos, que lhe valeu o 18.º lugar global, com a qualificação fixada em 32,98, o tempo da 16.ª.

A júnior vai competir ainda nos 100 metros bruços.

Raquel Pereira é apenas a segunda nadadora a qualificar-se para as finais nos Jogos de Baku, que são simultaneamente Europeus de juniores, depois de Gabriel Lopes já o ter conseguido nos 200 metros estilos, com recorde nacional do escalão.

Gabriel Lopes na final dos 200 metros estilos

Gabriel Lopes apurou-se hoje para a final dos 200 metros estilos nos I Jogos Europeus, a primeira prova de medalhas que a natação portuguesa consegue em Baku.  

O júnior chega à prova final com o sétimo tempo, 2.03,43 minutos, ainda assim abaixo dos 2.02,72 que nas eliminatórias da manhã lhe valeu o segundo melhor registo, bem como novo recorde nacional no escalão. 

A final disputa-se quinta-feira, às 14:45 (horas de Lisboa).

Na terça-feira, Gabriel Lopes já tinha sido o único português a seguir para as meias-finais, nos 100 metros costas, também com um novo recorde nacional do escalão.

Oito medalhas para Portugal 

Portugal soma oito medalhas nos I Jogos Europeus, após as conquistas de ouro de Rui Bragança (-58 kg) no taekwondo e no ténis de mesa por equipas (Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo). 

A prata surgiu com João Silva no triatlo, João Costa no tiro e Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros na canoagem, enquanto Júlio Ferreira (-80 kg) no taekwondo e a dupla Beatriz Martins/Ana Rente nos trampolins sincronizados amealharam bronze.

Lusa

  • Troika nem sempre protegeu os mais vulneráveis, conclui avaliação do FMI

    Economia

    O organismo de avaliação independente do FMI concluiu que as medidas aplicadas pela troika em Portugal nem sempre protegeram as pessoas com menos rendimentos, apontando que a primeira preocupação do Fundo era a redução dos défices, apurou o gabinete independente de avaliação do Fundo Monetário Internacional (FMI),