sicnot

Perfil

Desporto

Telma Monteiro conquista medalha de ouro nos Jogos Europeus

Telma Monteiro conquistou esta quinta-feira a medalha de ouro na categoria de -57 kg dos I Jogos Europeus, após vencer na final a húngara Hedvig Karakas, em Baku, no Azerbaijão.

Telma, líder do 'ranking' Mundial, venceu a 11ª jogadora, confirmando a tendência frente à rival húngara, a quem venceu em todos os cinco combates.

Telma, líder do 'ranking' Mundial, venceu a 11ª jogadora, confirmando a tendência frente à rival húngara, a quem venceu em todos os cinco combates.

Carlos Alberto Matos/IMAPRESS

A judoca portuguesa, que conquistou a nona medalha de Portugal nestes Jogos Europeus, terminou o combate ao minuto 1.49, aplicando um 'ippon' à adversária, depois de já ter feito um 'waza-ari' à adversaria, que nunca lhe ganhou.

Telma, líder do 'ranking' Mundial, venceu a 11ª jogadora, confirmando a tendência frente à rival húngara, a quem venceu em todos os cinco combates.

Na competição de judo dos I Jogos Europeus, que atribuem também os títulos continentais, Telma Monteiro assegurou o seu quinto título, depois das conquistas em -52 kg, em 2006 e 2007, e em -57 kg, a sua categoria atual, em 2009 e 2012. A judoca lusa conta ainda com uma medalha de prata e cinco de bronze, somando 11 medalhas em 11 participações.

Portugal soma agora nove  medalhas nos I Jogos Europeus, após as conquistas de ouro de Telma Monteiro (-57 kg) no judo, Rui Bragança (-58 kg) no taekwondo e no ténis de mesa por equipas (Marcos Freitas, Tiago Apolónia e João Geraldo). 

A prata surgiu com João Silva no triatlo, João Costa no tiro e Fernando Pimenta em K1 1.000 e 5.000 metros na canoagem, enquanto Júlio Ferreira (-80 kg) no taekwondo e a dupla Beatriz Martins/Ana Rente nos trampolins sincronizados amealharam bronze.
Com Lusa
  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.