sicnot

Perfil

Desporto

Sorteio dos árbitros aprovado pela Liga de clubes

A proposta para o regresso do sorteio dos árbitros, nos jogos das ligas profissionais de futebol, foi esta segunda-feira aprovada por maioria em Assembleia Geral da Liga de clubes, numa decisão não apoiada pelo Benfica.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Alessandro Garofalo / Reuters

A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que decorreu hoje em Santa Maria Feira, e onde marcaram presença representantes do FC Porto, através do presidente Pinto da Costa, do Benfica, pelo jurista Paulo Gonçalves, e do Sporting, pelo vogal da direção Bruno Mascarenhas.

A proposta foi votada pela maioria dos clubes presentes, mas não agradou ao Benfica, com Paulo Gonçalves, representante do emblema 'encarnado' a abandonar a reunião muito agastado.

"O FC Porto e Sporting conseguiram consensualizar uma proposta em cinco minutos, para reverter uma situação que durava há 12 anos", disse o jurista, completando: "O Benfica é contra o sorteio, e nem pode votar em consciência uma proposta que não foi debatida nem ponderada".

O dirigente do Benfica revelou ainda que perguntou ao FC Porto e Sporting se tinham consultado os outros agentes envolvidos nesta decisão e que os mesmos "responderam que não"

A decisão foi tomada pela LPFP, mas terá ainda ser ratificada numa assembleia geral Federação Portuguesa Futebol.
Lusa
  • Os negócios menos claros do filho de Pinto da Costa
    1:55
  • BCE autoriza CGD a avançar com recapitalização

    Caso CGD

    A Caixa Geral de Depósitos informou esta sexta-feira que vai prosseguir com as operações da primeira fase do aumento de capital, depois de ter obtido autorização para isso junto do Banco Central Europeu (BCE) e do Banco de Portugal.

  • Condutores apanhados a mais de 200 em corridas ilegais na Ponte Vasco da Gama
    1:25
  • A história da guerra em Alepo
    7:43
  • Reino Unido em alerta máximo de terrorismo

    Mundo

    O Reino Unido elevou o alerta de terrorismo para o nível máximo depois das declarações, esta quinta-feira, do chefe das secretas britânicas. O diretor do MI6 está preocupado com eventuais ataques contra o Reino Unido e outros aliados.

  • Uma "cidade fantasma" na Letónia
    3:10
  • O anúncio de natal que está a emocionar o mundo
    1:47