sicnot

Perfil

Desporto

Bebé renova com o Benfica

O Benfica anunciou hoje a renovação de contrato com o guarda-redes Bebé, jogador que se prepara para cumprir no futsal do clube da Luz a sua décima época, ao qual chegou em 2006, proveniente do Sporting.  

www.facebook.com/BebeFutsal

A renovação com Bebé, de 32 anos, surge depois de o Benfica também ter renovado com o guarda-redes espanhol Juanjo, de 29 anos, jogador que durante a época foi mais utilizado pelo técnico Joel Rocha.

Esta época, Bebé esteve na conquista do campeonato e Taça de Portugal, tendo sido utilizado no segundo jogo da final, no qual acabaria expulso, tal como Juanjo, levando à entrada do jovem guarda-redes Cristiano.

O Benfica viria mesmo a conquistar o título, com um 3-1 no 'play-off' final frente ao Sporting, numa época que Bebé considera ter sido espetacular, com a equipa "a atingir todos os objetivos".

"O que o Benfica está a fazer é dar continuidade a esse projeto que foi iniciado na época passada. Vejo com muitos bons olhos, com muita satisfação, a manutenção de grande parte da equipa e aquilo que nós queremos é fazer ainda melhor do que fizemos na última época", salientou o jogador à BTV.

Na segunda-feira, o clube anunciou a contratação do internacional argentino Fernando Ariel Wilhelm, com um contrato válido até 2017, e depois de já se ter reforçado também com Fábio Cecílio (ex-Sporting de Braga) e Mário Freitas (ex-AD Fundão).

Anteriormente, o Benfica já anunciara as renovações do capitão Gonçalo Alves e de Bruno Pinto.

 

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras