sicnot

Perfil

Desporto

Governo da Catalunha considera "extremamente grave" inquérito da UEFA ao FC Barcelona

A vice-presidente e porta-voz do governo da Catalunha, Neus Munté, considerou hoje "extremamente grave" o processo levantado pela UEFA ao FC Barcelona, pelas manifestações independentistas na final da Liga dos Campeões de futebol, em Berlim.

reuters

"É extremamente grave, porque estamos a falar de liberdade de expressão que deve reger todas as manifestações", disse Neus Munté, referindo que os símbolos e cânticos "não são ilegais ou proibidos" e "são manifestações sem qualquer tom violento".

Neus Munté acrescentou que a presença maciça de 'estelades' (bandeiras da independência) em campos de futebol, concertos e outras atividades públicas são encarados com normalidade na Catalunha e faz parte da liberdade de expressão das pessoas.

A vice-presidente do governo da Catalunha considera que, com a abertura do processo de inquérito ao FC Barcelona, a UEFA está a colocar em causa o direito à liberdade de expressão.

  • Younes Abouyaaqoub, o homem mais procurado de Espanha
    1:53
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Costa desafia PSD para pacto depois das autárquicas
    1:14
  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22