sicnot

Perfil

Desporto

Pinto da Costa considera ida de Jesus para Alvalade uma situação normal

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, considerou esta sexta-feira como normal a mudança do treinador de futebol Jorge Jesus do Sporting para o Benfica, após seis anos ao serviço das 'águias'.

MIGUEL A. LOPES / Lusa

À margem da inauguração de uma loja do FC Porto, o dirigente disse não ver qualquer polémica na transferência e realçou ainda o profissionalismo de Jesus ao longo dos anos.

"A alteração do Jorge Jesus de um lado para o outro da circular só deu perturbação no momento em que ia a atravessar. O Jesus é um profissional de futebol, tem todo o direito de escolher o clube que quiser. Foi um profissional que cumpriu com a máxima responsabilidade os anos que esteve nos diversos clubes por onde passou", referiu Pinto da Costa.

O presidente dos 'dragões' explicou ainda a necessidade de respeitar a decisão do treinador, bem como a necessidade de mudar.

"Terminou um contrato e escolheu outro clube. Não vejo que isso possa dar perturbação. Ele tem todo o direito. Se os treinadores não pudessem mudar de clube, o Jesus ainda estaria no Amora. Fez uma opção e todos têm de respeitar", referiu ainda.

Pinto da Costa referiu ainda o que quer ver diferente na próxima época na equipa portista. 

"Aquilo que nós queremos de diferença de uma época para a outra está simbolizada no cor de rosa para o castanho. Que é uma cor forte. Mas a nossa cor será sempre o azul e branco. A opção é uma imposição da UEFA para que todos os clubes tenham uma opção totalmente diferente do original. Como não gostamos do vermelho nem do verde não nos restam muitas opções", esclareceu ainda Pinto da Costa.

Lusa

  • Sousa Cintra fala em "dia histórico" para o Sporting
    0:52

    Desporto

    José de Sousa Cintra afirmou que esta quarta-feira foi "um dia histórico" para o Sporting, com a apresentação do novo treinador, Jorge Jesus. O antigo presidente dos "leões" está confiante de que Jesus não vai desiludir os adeptos do clube de Alvalade.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.