sicnot

Perfil

Desporto

Presidente do Dínamo Zagreb detido por suspeita de fraude

O presidente do Dínamo Zagreb, Zdravko Mamic, e o seu irmão Zoran, treinador do clube, foram hoje detidos pela polícia, devido ao alegado envolvimento numa fraude fiscal de milhões de euros, anunciaram hoje os campeões croatas de futebol.

Igor Kralj

Os dois foram detidos pelas autoridades na fronteira, quando regressavam de um estágio da equipa na Eslovénia.

"Depois de terem sido informados pelos seus advogados de que a procuradoria tinha requerido a sua detenção durante o processo, Zdravko e Zoran Mamic decidiram, em prol da tranquilidade no clube, voltar à Croácia para responder a todas as questões, de modo a provar a sua inocência", explicou o clube, num comunicado publicado na sua página oficial.

O secretariado nacional de luta contra a corrupção (USKOK) indicou na sexta-feira que os dois irmãos, assim como o alto responsável da Federação Croata de futebol Damir Vrbanovic e um inspetor da direção dos impostos eram suspeitos de fraude fiscal e de terem recebido subornos.

De acordo com a investigação, o prejuízo causado ao clube poderia ascender a 16 milhões de euros e as atividades ilegais podiam decorrer desde 2008.

Na quinta-feira, a polícia fez buscas nos domicílios dos irmãos Mamic, em Zagreb, assim como nas instalações do clube e da federação.

Zdravko Mamic, de 55 anos, é conhecido pelos seus excessos em público e considerado a pessoa mais importante do futebol croata. 

 

 

 

 

Lusa

 

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.