sicnot

Perfil

Desporto

Massimiliano Allegri renova com a Juventus até 2017

O treinador italiano Massimiliano Allegri renovou o seu contrato com a Juventus, tetracampeã italiana de futebol, até junho de 2017, anunciou hoje o presidente do clube finalista da Liga dos Campeões, Andrea Agnelli.

O técnico, de 47 anos, chegou à 'vecchia signora' no início da época 2014/15, sucedendo a Antonio Conte, que venceu três títulos nacionais consecutivos, tendo agora prolongado o seu vínculo por mais uma temporada. (Arquivo)

O técnico, de 47 anos, chegou à 'vecchia signora' no início da época 2014/15, sucedendo a Antonio Conte, que venceu três títulos nacionais consecutivos, tendo agora prolongado o seu vínculo por mais uma temporada. (Arquivo)

© Giorgio Perottino / Reuters

O técnico, de 47 anos, chegou à 'vecchia signora' no início da época 2014/15, sucedendo a Antonio Conte, que venceu três títulos nacionais consecutivos, tendo agora prolongado o seu vínculo por mais uma temporada.

Na mesma ocasião, Andrea Agnelli anunciou a renovação com Claudio Marchisio até ao final da época 2019/20, considerando o médio uma "lenda" que será "determinante no balneário para explicar a quem chega o clube que é a Juventus".

Lusa

  • Mandzukic promete dar tudo pela Juventus
    0:40

    Desporto

    Mario Mandzukic vai jogar na Juventus até 2019. O avançado croata cumpriu esta segunda-feira exames médicos em Turim, antes de assinar pelo clube italiano. O acordo entre a Juventus e o Atlético de Madrid foi alcançado por 18 milhões de euros. Madzukic representou três clubes croatas nas camadas jovens, antes de ir para a Alemanha, onde representou o Wolfsburgo e o Bayern de Munique. No início da época passada, mudou-se para o Atlético de Madrid onde ficou apenas uma temporada. À chegada a Turim, o avançado, de 29 anos, prometeu dar tudo pela Juventus.

  • Captura ilegal de cavalos-marinhos na Ria Formosa
    3:02

    País

    Há cada vez menos cavalos marinhos na Ria Formosa. Cientistas da Universidade do Algarve dizem que a maior população desta espécie no mundo, que é a que existe na Ria Formosa, está ameaçada devido à captura ilegal para o mercado asiático. Dizem que, se nada for feito para travar este fenómeno, esta espécie protegida pode desaparecer em poucos anos.