sicnot

Perfil

Desporto

Petit diz que Boavista lutará pela sua "consolidação na I Liga"

O treinador do Boavista, Petit, disse hoje que o objetivo da equipa para a época 2015/16 é a "consolidação do clube na I Liga" portuguesa de futebol.  

(Arquivo)

(Arquivo)

ESTELA SILVA / Lusa

O técnico referiu depois que leva "muitos jogadores" para o estágio de uma semana no complexo da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, em Vila Real, porque "parte tudo do zero" e é preciso avaliar os "emprestados e os novos".

"Sabemos aquilo que queremos durante esta pré-época e vão todos ter a sua oportunidade", acrescentou.

Ao contrário do que se verificou na temporada anterior, em que o Boavista saltou do Campeonato Nacional de Seniores para a I Liga e teve de construir uma nova equipa, desta vez há "uma base" e isso, para Petit, "é sempre positivo".

Vários jogadores fizeram parte do plantel da época passada e Petit conhece-os, o que "é muito melhor do que começar do zero".

Os dez reforços garantidos até hoje foram escolhidos com base num "critério rigoroso e vêm acrescentar alguma qualidade, experiência e melhorar o plantel".

Esta tarde, o plantel realizou o seu primeiro treino sob o olhar de cerca de 200 adeptos e dos presidentes da direção do clube, João Loureiro, e da SAD 'axadrezada', Álvaro Braga Júnior.

Foi uma sessão ligeira, que durou quase uma hora e meia. Petit ficou "satisfeito" com o que viu.

Questionado sobre se a pressão está mais alta do que na época passada, o treinador considera que "a pressão tem que existir todos os dias".

"Acredito que os jogadores sabem da capacidade que têm e que vai ser difícil, este campeonato, com equipas de muita qualidade. Vai ser uma maratona grande, queremos chegar ao fim e conseguir os nosso objetivos", salientou.

Consolidar o clube na I Liga é o grande objetivo: "Claro que queremos sempre algo mais, mas vamos trabalhar no sentido de ter os pés bem assentes na terra, para disputarmos os jogos da melhor maneira."

O Boavista terá de substituir o relvado sintético utilizado na temporada anterior, nos jogos em casa, por um relvado natural, operação, aliás, já em curso, mas, para Petit, a equipa continuará a ser um obstáculo "difícil" para os adversários no Estádio do Bessa.

"Sempre foi difícil as equipas grandes virem aqui e conquistarem pontos. Temos um fator muito forte, que são os nossos adeptos, que foram muito importantes na época passada e foram o nosso 12.º jogador", afirmou.

O Boavista classificou-se no 13.º lugar da I Liga na época passada e garantiu a manutenção a três jornadas do fim, com uma vitória por 3-1 frente ao Moreirense.

Lusa

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Greve na Função Pública vai afetar escolas, saúde e cultura

    País

    A greve nacional convocada para sexta-feira pela Federação Nacional dos Sindicatos da Função Pública (FNSTFPS) deverá afetar as escolas, a área da saúde e ainda da cultura, entre outros serviços, afirmou esta quarta-feira a dirigente sindical, Ana Avoila.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.