sicnot

Perfil

Desporto

Francisco Lufinha desiste da travessia até à Madeira, após bater recorde mundial

O português Francisco Lufinha pôs esta terça-feira um ponto final à travessia entre Lisboa e a Madeira, deixando o recorde mundial de maior viagem de kitesurf sem paragens em 874 quilómetros.

O velejador luso embarcou na sua aventura às 16:30 de domingo, no Cais das Colunas, em Lisboa. (Arquivo)

O velejador luso embarcou na sua aventura às 16:30 de domingo, no Cais das Colunas, em Lisboa. (Arquivo)

SIC

"O nosso campeão teve de parar a sua odisseia e encontra-se neste momento no barco de apoio a caminho da Madeira. O cansaço e fadiga extremos impediram que ele continuasse em segurança. O objetivo está cumprido", escreveu a assessoria de imprensa de Lufinha na sua página de Facebook. 

Na segunda-feira, o 'rider' luso bateu o recorde mundial de maior viagem de kitesurf sem paragens, superando a anterior marca de 564 quilómetros, que já detinha desde setembro de 2013. Hoje, interrompeu a viagem até à Madeira, depois de 47:37.00 horas, tendo esticado a sua marca até aos 874 quilómetros. 

O velejador luso embarcou na sua aventura às 16:30 de domingo, no Cais das Colunas, em Lisboa.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.