sicnot

Perfil

Desporto

Luís Duque pondera candidatura à liderança da Liga

Luís Duque, presidente do conselho executivo da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), disse estar ainda em fase de ponderação quanto a encabeçar uma candidatura à liderança do órgão.

LUSA

O dirigente, que nos últimos noves meses esteve à frente da LPFP a tentar conferir viabilidade financeira e organizacional à instituição, disse que precisa de refletir, mas ficou agradado pela moção de confiança recebida hoje pelos presidentes dos clubes presentes.

"Ainda é cedo para dizer se sou candidato. As eleições foram agora marcadas e é preciso ponderar uma série de fatores", começou por dizer Duque, completando: "Fiz um intervalo na minha vida profissional para estar neste cargo, onde não tenho remuneração, e para abraçar um mandato de quatro anos tenho de ponderar várias coisas."

Já numa espécie de balanço sobre a sua passagem pela direção da LPFP, Luís Duque mostrou-se satisfeito por ter cumprido os objetivos a que se propôs.

"Foi um prazer ter estado aqui meses, e conseguimos o que nos foi pedido, nomeadamente a alteração de estatutos que devolvesse a direção da Liga aos clubes, a alteração dos regulamentos, o relançamento da Taça da Liga e a recuperação financeira da instituição. Penso que os clubes também estão satisfeitos".

Precisamente sobre a situação financeira da Liga, Luís Duque revelou que quando chegou ao cargo "o passivo encontrado foi de sete milhões de euros e nesta altura já está reduzido".

O dirigente avançou ainda que as contas relativas a 2014/15 ainda não estão fechadas, mas que apontam para "um passivo zero", enquanto que para a próxima época há previsão que possam "regressar aos lucros".

O presidente da comissão executiva enalteceu "o empenhamento de todos os clubes e de uma certa paz para se fazer as reformas necessárias na Liga".

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".