sicnot

Perfil

Desporto

Selecionador italiano de futebol vai a julgamento por fraude desportiva

O Ministério Público de Cremona anunciou esta terça-feira que o selecionador italiano, Antonio Conte, será julgado por fraude desportiva no âmbito do processo que investiga um esquema de resultados combinados no futebol transalpino em 2011.

Conte será uma das 144 pessoas indiciadas de vários ilícitos, tendo de responder pelo de fraude desportiva no jogo Albinoleffe-Siena. (Arquivo)

Conte será uma das 144 pessoas indiciadas de vários ilícitos, tendo de responder pelo de fraude desportiva no jogo Albinoleffe-Siena. (Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

Conte será uma das 144 pessoas indiciadas de vários ilícitos, tendo de responder pelo de fraude desportiva no jogo Albinoleffe-Siena, mas o presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Carlo Tavecchio, já excluiu a possibilidade de demitir o selecionador.

"Continuará no cargo e cumprirá o seu contrato. Neste país temos o princípio da presunção da inocência e isso é válido também para Conte. O envio do processo para julgamento não é uma condenação", observou Tavecchio.

Além do selecionador italiano, o procurador de Cremona pediu também que seja levado a julgamento o antigo treinador da Atalanta Carlo Tavecchio, mantendo as acusações sobre os ex-futebolistas Cristiano Doni e Giuseppe Signori.

Lusa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Segunda-feira no Jornal da Noite