sicnot

Perfil

Desporto

Selecionador italiano de futebol vai a julgamento por fraude desportiva

O Ministério Público de Cremona anunciou esta terça-feira que o selecionador italiano, Antonio Conte, será julgado por fraude desportiva no âmbito do processo que investiga um esquema de resultados combinados no futebol transalpino em 2011.

Conte será uma das 144 pessoas indiciadas de vários ilícitos, tendo de responder pelo de fraude desportiva no jogo Albinoleffe-Siena. (Arquivo)

Conte será uma das 144 pessoas indiciadas de vários ilícitos, tendo de responder pelo de fraude desportiva no jogo Albinoleffe-Siena. (Arquivo)

© Reuters Photographer / Reuters

Conte será uma das 144 pessoas indiciadas de vários ilícitos, tendo de responder pelo de fraude desportiva no jogo Albinoleffe-Siena, mas o presidente da Federação Italiana de Futebol (FIGC), Carlo Tavecchio, já excluiu a possibilidade de demitir o selecionador.

"Continuará no cargo e cumprirá o seu contrato. Neste país temos o princípio da presunção da inocência e isso é válido também para Conte. O envio do processo para julgamento não é uma condenação", observou Tavecchio.

Além do selecionador italiano, o procurador de Cremona pediu também que seja levado a julgamento o antigo treinador da Atalanta Carlo Tavecchio, mantendo as acusações sobre os ex-futebolistas Cristiano Doni e Giuseppe Signori.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.