sicnot

Perfil

Desporto

Primeiro-ministro croata apela à UEFA para não punir seleção

O primeiro-ministro croata Zoran Milanovic apelou à UEFA para não excluir o seu país das competições europeias de futebol por causa de uma cruz suástica desenhada no relvado durante o jogo Croácia-Itália, de qualificação para o Euro2016.

Milanovic enviou uma carta à UEFA na qual manifestou "preocupação com o destino das equipas croatas na sequência do processo disciplinar que resultou de um triste incidente". (Arquivo)

Milanovic enviou uma carta à UEFA na qual manifestou "preocupação com o destino das equipas croatas na sequência do processo disciplinar que resultou de um triste incidente". (Arquivo)

© Antonio Bronic / Reuters

Milanovic enviou uma carta à UEFA na qual manifestou "preocupação com o destino das equipas croatas na sequência do processo disciplinar que resultou de um triste incidente".

A UEFA abriu um processo disciplinar por racismo contra a Federação croata de futebol, depois de uma cruz suástica ter sido desenhada no relvado do jogo disputado a 12 de junho entre a Croácia e a Itália, da fase de qualificação para o Euro2016 e que terminou com um empate a um golo.

O organismo que gere o futebol europeu anunciou uma decisão para o dia 16 de julho e os croatas receiam ser banidos das provas internacionais, numa altura em que a sua seleção lidera o grupo H de qualificação para o Euro2016, à frente da seleção italiana.

"Apelo que não deixem que o Euro2016 se realize sem a participação de todas as melhores seleções", escreveu o primeiro-ministro, para quem uma sanção pesada iria "destruir a equipa, deixar uma cicatriz profunda entre os adeptos croatas e prejudicar o futebol na Croácia a longo prazo".

A polícia avançou com acusações formais contra a Federação croata e dois dos seus funcionários por negligência, embora a identidade destes não tivesse sido revelada.

A UEFA já tinha ordenado que o Croácia-Itália fosse jogado à porta fechada, como punição pelos incidentes de violência e racismo protagonizados por adeptos da casa quando a seleção croata recebeu a sua congénere norueguesa.

Na sequência do incidente com a cruz suástica, a Federação croata apresentou publicamente desculpas e qualificou o ato como "uma sabotagem".

Lusa

  • Vem lá chuva

    País

    A chuva vai voltar a Portugal continental a partir de quarta-feira e pelo menos até domingo, enquanto as temperaturas mínimas deverão subir.

  • "O Sporting é o um barco à deriva"
    2:26
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    A crise do Sporting foi o principal tema em O Dia Seguinte, esta segunda-feira. José Guilherme Aguiar censura Bruno de Carvalho por ter convidado Jorge Jesus para a comissão de honra da recandidatura. Já Rogério Alves não tem dúvidas que a contestação tem aumentado de tom devido à proximidade das eleições do Sporting. Rui Gomes da Silva pensa que toda a direção leonina é responsável pelo mau momento atual do clube.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Violação emitida em direto no Facebook

    Mundo

    Três homens foram detidos na Suécia, por suspeitas de violação de uma mulher, num apartamento a 70 quilómetros da capital. Os suspeitos filmaram o ato de violência e exibiram-no em direto no Facebook.

  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.