sicnot

Perfil

Desporto

Ángel Correa assegura que está recuperado de problema cardíaco

O futebolista argentino Ángel Correa, de 20 anos, assegurou esta sexta-feira que está recuperado do problema cardíaco que o afetou durante o último ano e que está pronto para ajudar o Atlético de Madrid.

O avançado chegou ao Atlético de Madrid em 2014, proveniente dos argentinos do San Lorenzo. (Arquivo)

O avançado chegou ao Atlético de Madrid em 2014, proveniente dos argentinos do San Lorenzo. (Arquivo)

© Marcos Brindicci / Reuters

"Hoje estou a cumprir o sonho de jogar no Atlético de Madrid. Estou muito motivado porque o mal já passou, agora quero desfrutar de tudo o que aí vem", disse o jogador, durante a sua apresentação em conferência de imprensa.

O avançado chegou ao Atlético de Madrid em 2014 proveniente dos argentinos do San Lorenzo, no entanto, a concretização da transferência ficou suspensa, devido a uma insuficiência cardíaca detetada durante a realização dos exames médicos, que revelaram a necessidade de uma intervenção cirúrgica.

"Correa disputou durante meses o jogo mais importante da sua vida e conseguiu ganhar, nunca atirou a toalha ao chão nem baixou a cabeça, trabalhando dia após dia, para regressar aos relvados e encantar os adeptos com o seu talento", disse o presidente dos 'colchoneros', Enrique Cerezo, na mesma conferência de imprensa.

Correa, que custou oito milhões de euros aos cofres do Atlético Madrid, tem vindo a recuperar durante o último ano nas instalações do clube, após a intervenção cirúrgica realizada em solo norte-americano, cujo sucesso permitiu o regresso do jogador em fevereiro, para disputar e ganhar o campeonato sul-americano de sub-20.

O internacional argentino sub-20, que disputou também o último Mundial da categoria, junta-se assim definitivamente ao plantel do Atlético de Madrid, no qual vai encontrar o português Tiago.

Lusa

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC