sicnot

Perfil

Desporto

Arda Turan diz querer mostrar o seu melhor no Barcelona

O futebolista turco Arda Turan, apresentado esta sexta-feira como reforço do Barcelona para as próximas cinco temporadas, considera que no clube catalão terá todas as condições para mostrar o melhor de si.

"Vou jogar na melhor equipa do mundo, com os melhores do mundo e no melhor estádio do mundo. Quero viver isto, aproveitar, sei que haverá competência na equipa e assim mostrar o melhor Arda", afimrou o médio, de 28 anos.

"Vou jogar na melhor equipa do mundo, com os melhores do mundo e no melhor estádio do mundo. Quero viver isto, aproveitar, sei que haverá competência na equipa e assim mostrar o melhor Arda", afimrou o médio, de 28 anos.

© Gustau Nacarino / Reuters

"Vou jogar na melhor equipa do mundo, com os melhores do mundo e no melhor estádio do mundo. Quero viver isto, aproveitar, sei que haverá competência na equipa e assim mostrar o melhor Arda", começou por dizer o médio, de 28 anos.

A apresentação de Turan foi atípica, num momento em que o Barcelona está em pleno processo eleitoral, pelo que se fez representar apenas por Josep Miquel Terés, um responsável do departamento de comunicação.

Turan agradeceu ao Atlético de Madrid, clube que representou nas últimas quatro épocas, dizendo que se está no Barcelona é em boa parte devido aos seus ex-companheiros e ao técnico argentino Diego Simeone.

"Tinha muitas ofertas, mas perante a hipótese do 'barça' recusei tudo. Estava nervoso com esta camisola. Estou no sítio onde quis estar em toda a minha vida", referiu o jogador.

A transferência do médio, na ordem dos 34 milhões de euros, mais sete milhões variáveis, está, no entanto, dependente das eleições no clube, num negócio que mantém em aberto uma cláusula de recompra por parte dos 'colchoneros', dez por cento abaixo do valor da transação.

Outro aspeto em equação é que o médio turco ainda terá que esperar seis meses para poder voltar a jogar, face à sanção da FIFA que impede o Barcelona de inscrever jogadores até janeiro de 2016.

"Seis meses passam rápido e, no final, estarei a defender esta camisola", esclareceu o jogador, acrescentando admirar Lionel Messi, mas que o seu ídolo é Iniesta.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.